São Paulo, 11 de agosto de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

15/11/2014

Proteína de colágeno substitui óleo em lubrificantes


(16/11/2014) – A Gelita AG, indústria química alemã especializada no desenvolvimento produtos à base de proteína de colágeno para vários segmentos industriais, desenvolveu nova substância para servir de base para lubrificantes de refrigeração: o concentrado de proteína líquida Novotec CL 800. “Com esta invenção, abrimos caminho para a produção de lubrificantes de refrigeração de alto desempenho sem óleo e que não contêm substâncias tóxicas e alérgenos”, diz comunicado de imprensa da Gelita.

O desenvolvimento foi realizado em parceria com um conhecido fabricante de autopeças e da universidade local de Eberbach, onde a Gelita está sediada. Segundo a empresa, os fluídos de processamento de metais com base nessas proteínas funcionais se assemelham a água e demonstraram melhor desempenho do que o óleo e resfriam mais que produtos minerais à base de óleo. Além disso, são muito mais estáveis que as emulsões de óleo.

chr38ldquo;Isso ficou demonstrado em teste comparativo com uma receita de referência, usando dispositivos para medir a estabilidade da pressão do filme lubrificante (teste Reichert Wear). O resfriamento também foi mais eficiente”, destaca a empresa, acrescentando que, em outro teste de campo, com duração de 15 meses, ficou confirmado o desempenho de rotina e a estabilidade em longo prazo.

De acordo com a Gelita, atualmente vários fabricantes de lubrificantes de refrigeração estão testando como a nova solução de proteína funciona em seus próprios produtos.

Os lubrificantes de refrigeração baseados no Novotec CL 800 não geram resíduos de óleo indesejados em peças de trabalho, ferramentas ou cavacos. De acordo com a empresa, as peças processadas podem ser usadas em outras produções, sem a necessidade de limpeza intensiva. Isso aumenta a eficiência de todo o processo e facilita a reciclagem dos cavacos. O concentrado de proteína da Gelita é adequado para a produção de lubrificantes de refrigeração ecológicos para todos os processos modernos de fabricação.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.