São Paulo, 20 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

29/06/2014

Empresa gaúcha desenvolve revestimento DLC de baixo custo

(29/06/2014) – A Plasmar Tecnologia, pequena empresa de Caxias do Sul (RS), irá desenvolver reator a plasma de deposição de DLC com tecnologia inovadora em escala mundial e, posteriormente, comercializar diversos tipos revestimentos DLC de baixo custo para aplicação em autopeças, ferramentas de corte, moldes.

A produção e pesquisa do novo reator foi contemplada com edital da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), dentro do programa Tecnova RS, que prevê a distribuição de recursos entre R$ 200 mil a R$ 667 mil reais para pequenas empresas inovadoras em diversos segmentos.

Os revestimentos que a Plasmar Tecnologia desenvolverá neste projeto devem ajudar as empresas montadoras a cumprir com as exigências do programa Inovar-Auto, do governo federal, que estabelece como uma de suas metas principais o aumento da eficiência energética para automóveis e veículos comerciais leves.

De acordo com a Plasmar, um de seus objetivos é popularizar o uso de revestimentos de carbono tipo diamante (DLC) na indústria metal-mecânica e automobilística nacional. Além do custo, outra vantagem levantada pela empresa é a diminuição do coeficiente de atrito para autopeças, o que significa redução do consumo de gasolina e das emissões de CO2 por km rodado.

A Plasmar nasceu a partir da vontade de professores e estudantes de levar ao mercado conhecimentos desenvolvidos em trabalhos realizados no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Materiais (PGMAT) da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Com atuação no mercado desde 2009, a Plasmar já lançou cinco serviços desenvolvidos internamente (nitretação, nitrocarbonetação, pós-oxidação, revestimentos decorativos e revestimentos Durofilme). A empresa possui unidade fabril e centro de P&D, em Caxias do Sul, e conta com carteira de mais de 200 clientes de diversos estados do Brasil.

Fonte: Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.