São Paulo, 17 de junho de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

05/06/2024

SP registra forte aumento nos investimentos de empresas asiáticas

(05/06/2024) – Nos últimos quatro anos, os investimentos de empresas asiáticas no Estado de São Paulo deram um salto, totalizando R$ 64,9 bilhões, segundo levantamento divulgado pela Seade, fundação ligada ao governo estadual.

Um detalhe destacado na Piesp – Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de SP, realizada pela Seade e divulgada na semana passada, é que o acumulado entre janeiro e abril de 2024 – R$ 26,5 bilhões – já supera o total dos investimentos anuais apurados desde 2020 – R$ 18,5 bilhões em 2023 e R$ 15,9 bilhões em 2022.

Na primeira posição do ranking de investimentos, encontra-se a China, com anúncios que somam R$ 27,9 bilhões, seguida pelo Japão, com R$ 20,2 bilhões. Em terceiro, aparece Singapura com um total de R$ 8,8 bilhões e, em quarto, a Coreia do Sul, com R$ 6,9 bilhões.

Setor Industrial – Segundo o levantamento, 70% dos investimentos anunciados foram direcionados ao setor industrial, num total de R$ 45,1 bilhões), enquanto outros R$ 18,5 bilhões são voltados à empreendimentos de infraestrutura. Já para o setor de serviços, os recursos divulgados somaram R$ 1,2 bilhão e, para o comércio, foram os R$ 20 milhões restantes.

Na indústria, sobressaem os investimentos no ramo automotivo das montadoras japonesas Toyota, em Sorocaba e Porto Feliz, e Honda, em Itirapina; da chinesa Great Wall Motors (GWM), em Iracemápolis; e da sul-coreana Hyundai, em Piracicaba. Destacam-se também os investimentos da Bracell, empresa do grupo RGE de Singapura que produz celulose e papel, em Lençóis Paulista.

Na infraestrutura, os maiores montantes foram divulgados pelas chinesas CPFL, da State Grid, para a distribuição elétrica no Estado, e CRRC, para o Trem Intercidades (São Paulo-Campinas).

Entre as regiões a Regiões Administrativas do Estado, a de Campinas ficou no primeiro posto entre os destinos dos investimentos, com participação de 35% do total: R$ 22,4 bilhões. Em seguida veem as regiões de Sorocaba (R$ 12,9 bilhões) e Bauru (R$ 8,5 bilhões).

Valores expressivos também foram direcionados à Região Metropolitana de São Paulo (R$ 2 bilhões) e às regiões de Santos (R$ 1,5 bilhão) e São José dos Campos (R$ 622 milhões). Os investimentos com abrangência inter-regional (sem especificação de valor para cada região) totalizaram R$ 16,8 bilhões.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.