São Paulo, 19 de junho de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

25/05/2024

Sanposs traz as minimolas a gás da Bansbach ao Brasil

(26/05/2024) – A Sanposs – fornecedora de produtos e serviços em usinagem – é uma empresa brasileira fundada em 1996, em São Bernardo do Campo. Atualmente, 90% das suas representadas são companhias alemãs. De acordo com o engenheiro de aplicação Gabriel Cesario, hoje a companhia atende diversos setores da indústria, entre eles óleo e gás, automotivo e aeronáutico. Porém, é o setor médico vem se destacando, apresentando muitas demandas.

“No geral, os clientes nos procuram por conta de demandas especiais não absorvidas pelo mercado nacional, como peças de alta complexidade. Nós desenvolvemos projetos junto às empresas europeias que representamos e vendemos a solução completa para o consumidor final brasileiro”, explica Cesario.

A Sanposs também recebe muitos pedidos de ferramentas especiais, “muitas vezes oferecidas por um menor preço no mercado nacional, mas que apresentam menor vida útil”, complementa o engenheiro. Além disso, a empresa também atua na área de manutenção das peças vendidas no Brasil, como cabeçotes angulares, ferramentas acionadas, elementos hidráulicos etc.

Bansbach – Entre as representadas da Sanposs está a alemã Bansbach, fabricante de amortecedores e molas a gás e parceira da empresa brasileira há uma década. Segundo Cesario, a Bansbach é a única companhia no mundo a ter certificação para a produção de molas a gás para aviões. No momento, a representação exclusiva da companhia alemã representa de 5 a 7% do faturamento da Sanposs, que é puxado principalmente pelo mercado de peças de reposição para máquinas e, sobretudo, o setor médico (segmento de mesas cirúrgicas e de elevação).

Ainda sem aplicação no Brasil, o que deve acontecer em um futuro próximo, a Bansbach agora produz minimolas a gás para atender – sem perda de eficiência – demandas que não necessitam de materiais tão robustos, como máquinas centrífugas utilizadas em hospitais e bancos de sangue. Além disso, a empresa também desenvolve uma linha premium de atuadores elétricos que pode substituir as molas a gás. Inclusive, um pedido destes atuadores elétricos já foi faturado para um projeto interno de uma empresa do setor aeronáutico no início do ano.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.