São Paulo, 17 de junho de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

18/05/2024

Romi Robot, a surpresa que a Romi reservou para a Feimec

(19/05/2024) – A Romi reservou uma surpresa para apresentar aos visitantes da Feimec 2024, realizada no início do mês em São Paulo: o Romi Robot, ou RR 10, sistema de carga e descarga automática de peças projetado para alta produtividade e baixo tempo de carga e descarga em ambientes de alto volume de produção.

Equipado com robô colaborativo da Fanuc, o RR 10 pode ser integrado a qualquer modelo de máquina da linha Nova Geração da Romi. O sistema conta ainda com pallet configurável, com capacidade para vários tipos de peças, também contribuindo para agilizar a produção.

No evento, O RR 10 foi posicionado bem à entrada do estande, integrado a um centro de torneamento da linha GL com duplo spindle. “Essa integração do robô colaborativo demonstra bem a flexibilidade que a linha GL oferece para os clientes, possibilitando setups rápidos para lotes pequenos de peças”, informa Luis Cassiano Rosolen, diretor-presidente da Romi.

Com setup otimizado e construção rígida e compacta, o RR 10 tem automação amigável e é de fácil integração com diferentes máquinas, com os centros de torneamento GL 250 e GL 300 – Nova Geração; e os centros de usinagem D 800, D 1000 e D 1250 – Nova Geração. O hardware e a interface foram desenvolvidos pela equipe da Romi.

De acordo com Cassiano, a não divulgação prévia do lançamento não teve o objetivo de “surpreender” os visitantes. “Nós optamos por, antes de divulgar, demonstrar na prática o que esse produto pode oferecer aos nossos clientes. Não buscamos desenvolver algo muito tecnológico, pelo contrário, buscamos uma solução que fosse de rápida integração e automação amigável e, principalmente, factível para os nossos clientes”.

Na avaliação do executivo, a estratégia surtiu efeito. “A resposta foi muito positiva, os clientes estão conseguindo enxergar uma aplicação para as necessidades deles, nas fábricas deles”, diz, lembrando que solução passou todo o evento rodeada de interessados. “Recebemos muitas solicitações de cotação do RR 10”.

Sinais de retomada – Na avaliação de Cassiano, o mercado está dando sinais de recuperação e pode-se dizer que a Feimec veio confirmar essa tendência. “Tivemos um crescimento na entrada de pedidos no primeiro trimestre e os negócios realizados aqui no evento ficaram acima do obtido na feira passada”.

Para o executivo, é possível notar que os clientes estão buscando ser produtivos, querem modernizar suas fábricas e demonstram maior disposição para encontrar alternativas para produzir mais e melhor. “2024 deve ser melhor que 2023. Nossos clientes estão com bastante trabalho e, com menos incertezas na área econômica, estão podendo olhar para dentro de suas fábricas e buscar soluções para os problemas de aumento de produtividade”.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.