São Paulo, 20 de maio de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

12/05/2024

Em 4 meses, Junker já superou as vendas de máquinas de 2023

(12/05/2024) – De janeiro a abril de 2024, a Junker / Zema já superou as vendas de máquinas realizadas em todo o ano de 2023 no Brasil. “A demanda por retíficas neste início de ano realmente surpreendeu”, afirma Dirk Huber, diretor da filial brasileira do grupo alemão.

O diretor conta que, no período, foram concretizadas as vendas de três máquinas da marca Junker e oito da marca Zema, empresa brasileira adquirida pelo Junker Group em 2015. Em sua avaliação, o que justifica esse volume de negócios é que muitos investimentos foram engavetados nos últimos anos.

“Estávamos com boas perspectivas de negócios em 2023. Estávamos participando de vários projetos de investimento que foram adiados e estão retornando agora”, explica.

Para dar uma ideia de onde está vindo a demanda, o diretor conta que os negócios foram fechados com fabricantes de motores elétricos, fabricantes de peças para motores a combustão e indústrias de peças e partes de caminhões do mercado de reposição. “Inclusive fechamos uma venda para um fabricante de máquinas agrícolas”, destaca.

Na avaliação de Huber, o que impactou o mercado no ano passado é que os compradores ficaram em compasso de espera aguardo o comportamento da economia com o novo governo. “Agora, ao que parece, decidiram que chegou o momento de investir e que precisavam retomar os projetos para que pudessem ganhar produtividade”.

E o melhor é que o movimento não está se dando apenas com projetos que estavam na gaveta. De acordo com Huber, estão surgindo projetos novos, com previsão de ser definidos nos próximos dois ou três meses. “Esse cenário aponta para um bom resultado de vendas em 2024”.

Novo Modelo – O executivo comemora ainda o fato de que, das 8 máquinas vendidas da linha Zema, três são do novo modelo Numerika G-800, que teve o seu lançamento oficial na Feimec 2024, realizada na semana passada, no São Paulo Expo.

O diretor explica que o novo modelo é o resultado da unificação das linhas G e GL da Zema. Além do novo design, o recém-lançado G-800 incorpora uma série de melhorias técnicas, que tornaram a máquina mais rápida e mais produtiva. Entre elas: acionamento direto (sem correias ou polias), guias lineares e motor spindle, que possibilita trabalhos com velocidades mais altas, além do novo CNC da Fanuc.

“A Feimec 2024 para nós foi sensacional, com muitas visitas bem qualificadas, inclusive nos primeiros dias”, comenta Huber. “As indústrias estão querendo se atualizar e estão trazendo novos projetos”.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.