São Paulo, 30 de maio de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

27/04/2024

Em retomada, Embraer vai investir R$ 2 bilhões no Brasil

(28/04/2024) – A Embraer anunciou, na sexta-feira (26), a previsão de investir cerca de R$ 2 bilhões e contratar mais 900 colaboradores este ano no Brasil, durante visita do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva à sede da empresa em São José dos Campos (SP).

Segundo a empresa, o objetivo é atender ao aumento da produção de aeronaves e ao crescimento futuro previsto com o desenvolvimento de novos negócios, produtos e serviços.

O investimento contempla atividades de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias, como as que serão utilizadas no eVTOL (veículo elétrico de decolagem e pouso na vertical), expansão dos serviços aeronáuticos, que inclui conversão de aeronaves de passageiros em cargueiros, defesa e segurança, projetos de aumento de eficiência e ampliação da atividade industrial.

“A Embraer está iniciando uma nova fase de crescimento baseada em eficiência e inovação. Estamos focados em capturar todo o nosso potencial nos diversos segmentos em que atuamos rumo a uma aviação mais sustentável”, disse Francisco Gomes Neto, presidente e CEO da Embraer. “E graças às parcerias com o setor público e privado, estamos ampliando vendas, abrindo novos mercados e investindo em novas tecnologias, o que possibilita aumento da exportação de produtos de alto valor agregado e a geração de milhares de empregos de alta qualificação no Brasil”.

De acordo com a empresa, 90% das contratações serão realizadas ao longo deste ano para o setor de operações, com vagas para mecânicos, eletricistas, fresadores, moldadores, técnicos de manutenção de aeronaves e técnico de qualidade com experiência, bem como oportunidades para trainee de produção, que passam pelo processo de treinamento e capacitação com os mentores internos. Há ainda vagas para engenheiros e outras funções administrativas.

Retomada do Crescimento – No ano passado, a Embraer já havia aumentado a força de trabalho em 1.500 colaboradores e voltou ao patamar de empregos pré-pandemia. Atualmente a companhia tem cerca de 19 mil colaboradores diretos em todo mundo, dos quais 88% atuam no Brasil.

A retomada do crescimento da Embraer se materializou em 2023, quando a empresa registrou uma receita total de R$ 26 bilhões e obteve a melhor rentabilidade dos últimos cinco anos. No período foram entregues 181 jatos, volume 13% superior ao ano anterior.

Para 2024, a Embraer estima que seja mais um ano de crescimento com a entrega entre 72 e 80 aeronaves comerciais e entre 125 e 135 jatos executivos. A expectativa é de uma geração de receita entre R$ 30 e R$ 32 bilhões. Parte desse crescimento se deve à parceria com a Azul Linhas Aéreas que, neste ano, deve receber 13 jatos E195-E2, aeronave que é referência global em eficiente e sustentabilidade. Um dos modelos das aeronaves da Azul, ainda em fase de produção, foi apresentado e batizado pelo presidente Lula durante visita à fábrica.

“Um país que tem uma Embraer, tem um ITA, tem uma cidade como São José dos Campos, uma Azul, não pode pensar pequeno”, disse o presidente em seu pronunciamento no encerramento da cerimônia. “Se a gente sonhar pequeno, nem lembra do sonho de manhã. As coisas grandes são resultado de muita coragem”.

Lula se referiu à parceria entre a fabricante de aviões e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica – dois projetos nascidos de iniciativas estatais – que impulsionam o polo regional de São José dos Campos. A Azul, por sua vez, é a maior cliente da Embraer no Brasil.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.