São Paulo, 18 de maio de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

16/04/2024

Indústria de transformação em ritmo aquecido, avalia CNI

(16/04/2024) – A indústria de transformação começou o ano com avanço da maioria dos Indicadores Industriais. De acordo com a pesquisa da CNI – Confederação Nacional da Indústria, na passagem de janeiro para fevereiro, os indicadores de faturamento (+2,4%), horas trabalhadas (+2,3%) e emprego (+0,5%) mantiveram o avanço também registrado na transição de dezembro de 2023 para 2024.

“Alguns pontos que podem estar proporcionando um ambiente econômico mais favorável para indústria de transformação são a inflação moderada, a Taxa Selic em queda, a expectativa de melhora nas concessões de crédito em 2024 e o caráter aquecido no qual o mercado de trabalho se encontra”, explica o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

Dois indicadores da pesquisa apresentaram estabilidade em fevereiro de 2024. A massa salarial registrou -0,1% de janeiro para fevereiro e a utilização da capacidade instalada (UCI) ficou com 78,7% no segundo mês deste ano.

O único indicador que apresentou recuo na transição do primeiro para o segundo mês do ano foi o que mede o rendimento médio dos trabalhadores: -0,5% na série livre de efeitos sazonais. Ainda assim, o indicador também apresentou aumento (+3,2%) quando comparado com fevereiro de 2023.

Para a realização desta pesquisa, segundo a entidade, foram consultadas 1.034 indústrias de transformação, entre 1º e 26 de março.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.