São Paulo, 29 de maio de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

06/04/2024

Cummins Meritor amplia nacionalização na fábrica de Osasco

(07/04/2024) – A Cummins Meritor está investindo na nacionalização de peças na fábrica de Osasco (SP). Depois de nacionalizar o par de coroa e pinhão do eixo tandem premium MT-610, no final do ano passado, a empresa anunciou na semana passada que passará a produzir localmente a carcaça do MS-120, eixo desenvolvido para caminhões, ônibus e veículos elétricos (na versão ECO – Electric Compatible), com capacidade entre 10 e 14 toneladas de Peso Bruto Total Combinado (PBTC).

O anúncio integra a estratégia da líder na fabricação de eixos e sistemas de drivetrain em elevar gradativamente o portfólio de produtos fabricados no País para fortalecer a capacidade da região.

De acordo com Kleber Assanti, gerente geral da Cummins Meritor para América do Sul, “com a produção local, vamos ampliar nosso portfólio para atender às demandas dos nossos clientes com as vantagens de compra nacional e aumento de conteúdo local que contribui para o Finame, sem complexidades de importação, além do fortalecimento da indústria nacional”.

Outra grande vantagem será a agilidade na entrega da peça para atender a região, suportando os OEMs e o mercado de reposição, contribuindo também com o custo total de operação para o cliente final. Para a nacionalização deste componente, a Cummins Meritor investiu na aquisição de novos ferramentais de usinagem e instalações mais modernas na linha de produção de carcaças.

“A carcaça é o principal componente estrutural do eixo que também é responsável por suportar o diferencial e suas engrenagens, sendo uma peça de extrema importância e alta complexidade para proteger esses componentes contra sujeira, detritos e danos externos, além de manter a lubrificação e funcionamento adequado na operação”, reforça Assanti.

A empresa lembra ainda que a carcaça do MS-120, agora nacional, também é utilizada na versão ECO – Electric Compatible, eixo desenvolvido pelo time de engenharia brasileiro para equipar veículos elétricos. Este modelo traz rolamentos de classe especial para o diferencial, sistema de juntas mais robustas em função das características críticas do motor elétrico, como torque e rotação.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.