São Paulo, 17 de julho de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

02/03/2024

Ceratizit adota embalagens sustentáveis para suas ferramentas

(03/03/2024) – A Ceratizit, dentro de sua estratégia de sustentabilidade, vem tomando várias ações no sentido de reduzir a emissão de CO2. A mais recente é o uso de material reciclado para a produção das embalagens de suas ferramentas.

De acordo com a empresa, é difícil imaginar o nosso dia-a-dia sem o plástico, mas quando se trata de embalagens, seu uso é amplamente debatido. No entanto, as embalagens plásticas ainda são inevitáveis em muitos setores. Por essa razão, o aumento da eficácia no ciclo de uso das embalagens foi o foco da pesquisa da Ceratizit sobre o tema, para a qual investigou e avaliou detalhadamente o design, o material de embalagem e a reciclabilidade. Após testes aprofundados, a empresa optou por embalagens recicladas pós-consumo (PCR – post-consumer recycled).

Proteção duradoura – A empresa lembra que a propriedade mais importante da embalagem é a proteção ideal de produtos de alta qualidade durante o envio e armazenamento. Isso significa que deve ser externamente robusto, permanecendo leve e o menor possível, e ser empilhável. Além disso, todas as funções de proteção devem ser cumpridas sem qualquer outro material auxiliar de embalagem. Afinal, cada grama adicional ou centímetro cúbico de espaço de armazenamento impacta negativamente os esforços de sustentabilidade, porque, por exemplo, mais espaço e combustível são necessários para transportá-lo.

A Ceratizit já protege algumas fresas, brocas, adaptadores, microferramentas, pastilhas intercambiáveis e muitos outros produtos com embalagens PCR. Recursos inteligentes, como mecanismos de catraca para ajustar o comprimento da embalagem a diferentes comprimentos de ferramentas ou compartimentos variáveis das caixas para embalar com segurança pastilhas intercambiáveis, reduzem o número de tipos de embalagem necessários, economizando recursos valiosos.

Transformando o antigo em novo – O plástico recolhido dos contentores de reciclagem domésticos passa por instalações de triagem e é separado por tipo (por exemplo, polipropileno (PP) ou polietileno (PE)), limpo, triturado, fundido, filtrado e regranulado). O conteúdo do PCR pode então ser usado para produzir novos produtos. A vantagem é que são particularmente fáceis de reciclar, pois são de grau único e têm contaminação mínima.

Benefícios mensuráveis – Quando material reciclado é usado para produzir material de embalagem, as vantagens são mensuráveis imediatamente. Por exemplo, produzir PET standard requer duas vezes mais energia do que reciclar. Além disso, 75% menos emissões de CO2 são produzidas em comparação com o uso de granulado convencional. O conteúdo reciclado pode ser reutilizado várias vezes, dependendo da pureza.

Em 2021, mais de 6,3 milhões de embalagens plásticas saíram das fábricas da Ceratizit, o que corresponde a cerca de 58,6 toneladas de plástico em peso. Ao usar embalagens feitas de plástico PCR, perto de 226 toneladas de emissões de CO2 podem ser economizadas anualmente em comparação com o plástico produzido convencionalmente, reduzindo as emissões de carbono das embalagens em pelo menos 60%.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.