São Paulo, 04 de março de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

27/01/2024

GM anuncia investimento de R$ 7 bilhões no Brasil

(28/01/2024) – A General Motors vai investir R$ 7 bilhões no Brasil entre 2024 e 2028. De acordo com a empresa, trata-se da primeira fase do seu novo ciclo de investimento em suas operações no país.

Os recursos serão destinados à renovação completa do portfólio de veículos, desenvolvimento de tecnologias inovadoras e customizadas para o mercado local, além da criação de novos negócios. “As fábricas também receberão evoluções que as tornarão ainda mais modernas, ágeis e sustentáveis”, informa a montadora.

O anúncio dos investimentos foi realizado em solenidade em Brasília (DF), com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente da GM International, Shilpan Amin, e o presidente da GM América do Sul, Santiago Chamorro, entre outras autoridades. “Este investimento chancela o início do período de maior transformação da marca em sua história no país. O novo ciclo tem como objetivo reforçar a competitividade da empresa e a sustentabilidade de suas operações e produtos”, diz a nota da GM.

“O Brasil é estratégico para o plano global de expansão de negócios da GM. Além de ser um polo exportador de veículos para a América do Sul, conta com um amplo centro de desenvolvimento de engenharia e é um mercado com alto potencial de crescimento com vocação também para veículos de novas tecnologias, em sintonia com a matriz energética predominantemente limpa do país”, observou Shilpan Amin, presidente da GM International.

UM SÉCULO DE BRASIL – A primeira fase do novo ciclo de investimento da GM representa também o início das comemorações do centenário da empresa no país, que acontece em 2025.

“Este será o período de maior transformação da GM no Brasil. As mudanças são necessárias em virtude das atuais demandas da sociedade e dos consumidores. Estamos trabalhando junto aos nossos colaboradores, concessionários, fornecedores e outros parceiros do negócio para liderar este movimento”, diz Santiago Chamorro, presidente da GM América do Sul.

De acordo com o executivo, o Brasil tem vocação natural para a mobilidade sustentável. “Por isso, é fundamental termos um ambiente de negócios interno mais competitivo e isonômico, que propicie cada vez mais investimentos e que esteja alinhado a este momento de transição para as novas tecnologias”.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.