São Paulo, 15 de junho de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

22/04/2023

ArcelorMittal investirá R$ 4,2 bi em energia renovável no País

(23/04/2023) – A siderúrgica ArcelorMittal Brasil anunciou que irá formar joint venture com a Casa dos Ventos, empresa da área de energia renovável, para desenvolver um projeto de energia eólica de 553,5 MW.

Estimado em cerca de R$ 4,2 bilhões, o projeto tem como objetivo descarbonizar parte das necessidades futuras de eletricidade das operações da companhia no Brasil. O empreendimento poderá atender até 38% das necessidades totais de eletricidade da ArcelorMittal no país em 2030.

A ArcelorMittal Brasil terá 55% de participação na joint venture, com a Casa dos Ventos detendo os 45% restantes. A transação, ora em reta final, já foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O complexo eólico, batizado de Babilônia Centro, será implantado na Bahia. A localização foi escolhida devido a fatores como carga de alta capacidade (mais de 50%) e a curta distância (23 km) para conectar-se à rede elétrica, além do potencial de expansão de mais 100 MW de energia solar.

O projeto está atualmente em fase de licenciamento ambiental e regulatório, com obras previstas para começar ainda neste ano e comissionamento operacional em 2025. A ArcelorMittal Brasil irá assinar um contrato de compra de energia de 20 anos para o fornecimento de eletricidade.

“Além de integrar nossos esforços na direção da questão climática, este projeto também atende plenamente aos aspectos financeiros e operacionais”, comentou Aditya Mittal, CEO da ArcelorMittal.

O projeto com a Casa dos Ventos é a terceira parceria estratégica de energia renovável estabelecida pela Arcelor Mittal desde 2022.

A empresa também firmou parceria com o grupo Greenko, da Índia, para desenvolver um projeto de energia com 975 MW de capacidade solar e eólica, para alimentar a joint venture indiana da ArcelorMittal na área siderúrgica, a AM/NS Índia. O complexo fornecerá mais de 20% de suas necessidades de eletricidade e reduzirá as emissões anuais de carbono em 1,5 milhão de t/ano.

Na Argentina, a ArcelorMittal desenvolveu uma parceria com a PCR para um projeto de capacidade solar e eólica de 130 MW, que atenderá mais de 30% das necessidades locais de energia da companhia.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.