São Paulo, 19 de junho de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

18/02/2023

GWM começa montar a rede de fornecedores no Brasil

(19/02/2023) – A montadora chinesa Great Wall Motors (GWM) começou a montar a lista de fornecedores nacionais de autopeças para os modelos que produzirá na fábrica de Iracemápolis (SP), que tem previsão de entrar em operação em 2024.

Uma primeira reunião já foi realizada com a diretoria do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), que se dispôs a prospectar empresas que possam compor a cadeia produtiva da montadora.

Outra reunião com o Sindipeças está agendada para março. A GWM pretende em seguida renuir-se diretamente com os próprios fornecedores interessados. A intenção da companhia é fechar a lista até meados deste ano.

Na fábrica de Iracemápolis serão produzidos, a princípio, três modelos – dois SUVs e uma picape -, a serem ainda definidos pelos executivos brasileiros da empresa.

“O Brasil é hoje o projeto mais estratégico da companhia”, explica o diretor de relações institucionais e governamentais da GWM, Ricardo Bastos. “Mas temos liberdade de escolher os modelos de carros. De qualquer modo, sejam quais forem os modelos, eles serão híbridos flex, tecnologia que mais condiz com a realidade do país”.

A escolha dos produtos para a produção nacional também servirá para as adaptações na fábrica, que era antes da Mercedes-Benz e onde a montadora alemã produzia o GLA e o Classe C, com um total de 35 mil unidades por ano.

A GWM pretende adequar as linhas da fábrica, adquirida em agosto de 2021, para a produção de 100 mil veículos por ano. Segundo Bastos, a unidade vai utilizar equipamentos a serem enviados da matriz para incrementar a linha de montagem.

O retrofit da fábrica, no entanto, já foi iniciado. Equipamentos que eram da Mercedes-Benz foram removidos e a área de pintura já está pronta.

Enquanto a unidade ainda está sendo estruturada, a empresa deverá trabalhar no mercado brasileiro o SUV híbrido Haval H6, importado da China.

As vendas do veículo devem começar agora em abril, quando a GWM espera ter em operação boa parte da rede de 50 concessionárias planejadas em parceria com 28 grupos. Afora o Haval H6 e os modelos de Iracemápolis, a empresa já tem programados 10 lançamentos no país até 2025.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.