São Paulo, 21 de junho de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

21/01/2023

Simco alcança alta de 10% na venda de máquinas em 2022

(22/01/2023) – Importadora de máquinas com sedes em São Paulo e Santa Catarina, a Simco registrou em 2022 aumento de 10% no volume de vendas na comparação com o ano anterior. O ticket médio da empresa também registrou bom desempenho, sendo 14% maior que em 2021.

Esses números, fruto do aumento de 15% nas importações de máquinas industriais feitas pela empresa diante de 2021, refletiram-se ainda no substancial acréscimo de 15% no faturamento.

Os resultados positivos da Simco praticamente replicam os dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), de que houve no ano passado incremento de 13,2% nas importações de máquinas e equipamentos no Brasil.

Este desempenho deve-se não só ao aquecimento do mercado, mas também à retomada das feiras de negócios presenciais e, principalmente, aos investimentos em atualização do parque fabril das indústrias brasileiras.

“Os investimentos da indústria não se limitaram às máquinas de alta tecnologia, mas também incluíram a automatização de processos, com a compra de ferramentas de ponta e robôs”, conta o engenheiro Renato Augusto Magna, gerente nacional de máquinas da Simco.

De acordo com Magna, o setor de máquinas operatrizes foi o que apresentou maior crescimento em 2022, enquanto as vendas de injetoras termoplásticas manteve o bom desempenho do ano anterior.

Especificamente, as máquinas com comandos numéricos computadorizados, que ajudam no processo e na qualidade de usinagem, foram as que registraram a maior procura, assim como as injetoras termoplásticas LOG e máquinas CNC, tanto na linha de centros de usinagem Feeler e Euron, quanto na linha de tornos CNC Euron e DMC.

Já a busca por automatização de processos também se refletiu na alta demanda por robôs para injetoras, alimentadores para tornos CNC e robôs 5 eixos para centros de usinagem.

Para 2023, a meta da Simco é ampliar a atuação no fornecimento de máquinas de médio e grande porte e ganhar mais espaço no mercado de robôs.

“A expectativa é que o mercado permaneça aquecido e que as vendas no próximo ano superem entre 10% e 15% as do ano passado”, destaca Magna.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.