São Paulo, 20 de junho de 2024

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

03/12/2022

Tupy conclui compra da MWM e entrará em novos setores

(04/12/2022) – A Tupy anunciou a conclusão do processo de aquisição da MWM do Brasil, um negócio de R$ 855 milhões, antecipando, ao mesmo tempo, que alinhará essa transação ao ingresso das duas empresas na área de energia e descarbonização, de modo a atender os mais diversos setores da economia.

De imediato, a intenção da multinacional sediada em Joinville (SC) é de já promover com a MWM a integração dos serviços de usinagem, montagem e engenharia, para a produção, por exemplo, de grupos geradores de eletricidade.

“Juntas, a Tupy e a MWM tornam-se uma companhia singular no mercado”, diz Fernando Cestari de Rizzo, CEO da Tupy. “Pois poderemos fornecer em conjunto serviços de fundição, usinagem, montagem, validação técnica e atividades de engenharia associadas”.

De acordo com Cestari, a Tupy e MWM são companhias com portfólios praticamente complementares. No mercado há 84 anos, a Tupy se especializou no desenvolvimento e produção de componentes estruturais aplicados em transporte de carga, máquinas agrícolas, infraestrutura e geração de energia.

Já a paulista MWM fabrica motores para terceiros via contratos de manufatura, o que contempla diferentes procedimentos industriais, como usinagem, montagem, calibração, validação técnica e serviços de engenharia.

Com a aquisição, a Tupy espera estender os serviços prestados pela MWM também para os seus clientes, cuja base se tornou ainda mais extensa, com as operações recentemente adquiridas no Brasil e em Portugal.

O mercado de reposição e as oficinas credenciadas atendidas pela Tupy também incrementarão outro negócio da MWM, assim como o setor naval, uma vez que a empresa fornece uma ampla gama de soluções e equipamentos para propulsão marítima e geração de eletricidade para embarcações de lazer e de trabalho, com produtos próprios ou de parceiros.

Quanto à sinergia entre as duas empresas no setor de energia e de descarbonização, ela se dará também com facilidade. A Tupy conta com um departamento de engenharia preparado para adaptar geradores e veículos comerciais ao uso de biogás, biometano, biodiesel, gás natural e hidrogênio, em um processo que pode ser desenvolvido e certificado pela fábrica da MWM.

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.