São Paulo, 10 de agosto de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

25/06/2022

JFY, novo player no mercado de máquinas para corte e dobra

(26/06/2022) – O mercado brasileiro de máquinas para corte e dobra passou a contar recentemente com mais um player: a JFY, fabricante de máquinas CNC de dobra, puncionadeiras, guilhotinas e corte a laser 2D com sede na China e que faz parte do grupo Trumpf há cerca de 10 anos.

Para marcar a sua reestreia no Brasil – no passado a empresa já foi representada aqui pelo Grupo Megga -, a JFY participou da Feimec. Os resultados foram considerados muito positivos, com a realização de vários contatos e a venda das três máquinas expostas durante o evento. Na feira, a empresa apresentou dois modelos de máquinas a laser: EFCII, com ressonador TruFiber, e DFCII, com ressonador TruDisk, e a dobradeira TPR8.

O objetivo da JFY é vender 30 máquinas até o final de 2022 e se consolidar no Brasil como fornecedora de máquinas que aliam o melhor custo-benefício do mercado e tecnologia de ponta.

“A JFY veio para sanar uma grande brecha no mercado brasileiro e, por isso, acreditamos que temos um grande mercado para explorar”, afirma o gerente nacional da JFY, Daniel Santini, acrescentando que as máquinas da JFY são montadas com componentes de marcas reconhecidas no mercado internacional, como Trumpf, Precitec, Lantek, Beckhoff e Schneider. “Nossas máquinas aliam a tecnologia alemã ao nosso moderno e extremamente eficiente parque fabril, o que garante ao nosso cliente preços mais competitivos e um curto prazo de entrega”, explica.

Mas, de acordo com o diretor, o objetivo da JFY no mercado não é oferecer o produto mais barato. “Aliamos marcas de boa qualidade a um grande projeto e estrutura, tanto de máquina quanto de pós-vendas. Em nosso portfólio laser, por exemplo, um de nossos principais diferenciais, além da segurança, é a garantia de corte na velocidade e espessura contratada, pois nossa máquina já vem testada e parametrizada de fábrica”, diz Santini, frisando que as máquinas da empresa são adequadas à NR12.

No Brasil, a companhia pretende fortalecer o relacionamento com os clientes e garantir excelência em todas as etapas de atendimento, desde a venda até o pós-compra. A empresa está focada em atender indústrias e prestadores de serviços – principalmente micro, pequenas e médias empresas – do segmento de processamento de chapas metálicas.

A empresa planeja ampliar o seu portfólio de máquinas no Brasil até 2023. O objetivo é atender uma parcela do mercado cada vez maior, oferecendo soluções inteligentes e acessíveis de ponta a ponta para a indústria metalúrgica.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.