São Paulo, 27 de junho de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

18/06/2022

Produção e emprego na indústria cresceram em maio

(19/06/2022) – Divulgada na última quarta-feira, 15, a pesquisa “Sondagem Industrial”, elaborada mensalmente pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que os empresários estão mais otimistas com o desempenho do setor.

A sondagem é feita justamente para conhecer as tendências da atividade industrial e as expectativas dos industriais brasileiros. Nesta última pesquisa, referente ao mês de maio, foram entrevistadas entre 1º e 9 de junho 1,8 mil empresas, sendo 730 de pequeno porte, 631 de médio porte e 439 de grande porte.

De acordo com o estudo, o índice de produção industrial foi de 53,6 pontos em maio. Nesse tópico, como em outros, o indicador varia de 0 a 100 pontos, com a linha de corte estabelecida nos 50 pontos. Valores acima indicam crescimento e abaixo, queda. Em abril, o índice de produção tinha registrado 46,5 pontos.

O emprego industrial também apresentou crescimento, acompanhando certamente o impulso da produção. Em maio, o índice de evolução do número de empregados alcançou 51 pontos, aumentando 0,5 ponto em relação a abril. Digno de nota é o fato de o índice ter mostrado não apenas novo crescimento do emprego, como maior e mais disseminado.

Já a Utilização da Capacidade Instalada (UCI) na indústria geral foi de 70% em maio, alta de 1 ponto percentual na comparação com o mês de abril de 2022. Em relação a maio de 2021, a UCI se manteve inalterada. Destaque-se, contudo, que a UCI de maio de 2022 e a de 2021 foram as maiores para o mês desde 2014, quando alcançou 71%, somente 1 ponto acima.

Como consequência destes índices positivos, o índice de expectativa de demanda para junho de 2022 foi, assim, de 59,1 pontos, maior valor desde setembro de 2021. Em relação ao mês anterior, o crescimento foi de 1,8 ponto.

Esse indicador também influenciou diretamente, como é natural, o índice de expectativa de compras de matérias-primas e do número de empregados, que subiram igualmente entre um mês e outro.

Também diante deste cenário favorável da demanda e da produção, o índice de intenção de investimento para junho alcançou 56,4 pontos, o que representa um aumento de 0,3 ponto na comparação com maio.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.