São Paulo, 27 de junho de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

11/06/2022

Gühring: portfólio high-tech para a indústria de caminhões

(12/06/2022) – A Gühring parece ter descoberto como satisfazer as difíceis exigências de um dos nichos mais inovadores do setor automotivo, a indústria de caminhões: fornecendo também soluções inovadoras e flexíveis para a usinagem de todo tipo de peças.

Graças a tal estratégia, esta multinacional de origem alemã vem se mantendo há tempos como uma das principais fornecedoras de ferramentas para usinagem de blocos de motor, cabeçotes, virabrequins, cubos de roda, mangas de eixo e carcaças de transmissão, entre outras peças básicas dos caminhões.

“As montadoras de caminhões têm exigido ferramentas cada vez mais robustas, de alta tecnologia e muitas vezes feitas sob medida”, explica Neider Oliveira Soares, coordenador de Engenharia e Inteligência de Mercado da Gühring Brasil. “Hoje, por exemplo, 95% das ferramentas PCD/PCBN são projetadas como ferramentas especiais, em mútua cooperação com as empresas contratantes”.

Soares cita como soluções de destaque da Gühring as brocas da linha Exclusive Line, como a RT 100 R e a RT 100 T para usinagem de ferro fundido e, principalmente, de ferro fundido vermicular. As brocas canhão também já são bastante utilizadas pelo setor, como é o caso da linha EB 80, ZB 80 e a novíssima VB 80, de quatro cortes, para furos profundos.

Também figuram na lista de produtos a família de brocas intercambiáveis HT 800 para usinagem de aço, aço inoxidável, ferro fundido e alumínio e a família de alargadores HR 500 Cast para usinagem de ferro fundido.

“São ferramentas que respondem igualmente à exigência de alta produtividade da indústria de caminhões no Brasil, cujo volume de produção e vendas vem se acelerando continuamente”, acrescenta Soares.

De fato, no ano passado, foram fabricados mais de 158 mil veículos, alta de 74,6%, com as vendas crescendo 43,5% nos modelos pesados e semipesados.

Esses modelos são os que geralmente carregam mais tecnologia, especialmente nos motores, câmbios (cada vez mais automatizados), eixos, chassis e soluções híbridas de motorização, cuja fabricação exige tanta tecnologia como as peças finais que irão para dentro dos caminhões.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.