São Paulo, 30 de junho de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

11/06/2022

Quimatic apoia três universidades no Baja SAE Brasil

(12/06/2022) – A mais recente edição do Baja SAE Brasil, a 27ª edição do evento, reuniu cerca de 1.000 estudantes de engenharia de todo o país, divididos em 69 equipes. Cada uma das equipes é responsável pela construção de um veículo baja – protótipos de estrutura tubular em aço – para representar sua universidade na competição

Nesta edição, a Quimatic Tapmatic – fabricante de especialidades químicas – apoiou o projeto de três equipes: Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Instituto de Mauá de Tecnologia, e Unicamp – Universidade Estadual de Campinas.

A empresa forneceu suporte técnico para os estudantes, além de soluções químicas para ajudar no desenvolvimento do baja, tanto na sua construção quanto na manutenção antes, durante e após as provas.

“É impressionante o grau de amadurecimento profissional que constatamos nos alunos ao longo das competições Baja SAE Brasil”, enfatiza Walter Strebinger, diretor da fabricante de especialidades químicas Quimatic Tapmatic. “Os estudantes começam os trabalhos ainda inexperientes e os concluem com alto nível profissional”, complementa.

As três equipes apoiadas pela Quimatic Tapmatic utilizaram soluções químicas da empresa nas mais diversas fases do projeto: fluidos de corte para facilitar a usinagem de peças dos veículos; solda a frio para reparos dimensionais e união de materiais; removedor de ferrugem rápido na recuperação de peças paradas devido à pandemia; fita isolante líquida Quimatic no isolamento de regiões de difícil acesso, entre outras soluções.

O que é um Baja? – Os veículos Baja são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora de estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP. Eles devem ser capazes de transportar pilotos com até 1,90 m de altura, pesando até 109 kg. Sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são projetados e construídos pelas equipes.

O gerenciamento do projeto possibilitou aos estudantes colocar em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, ampliando o preparo para a vida profissional. O objetivo do projeto é fortalecer o elo entre estudantes de engenharia de todo o país e indústrias fornecedoras de soluções para o segmento automotivo.

Novos desafios – A cada edição do projeto, as equipes das universidades têm novos desafios. Para esta competição, a equipe da Poli USP focou em melhorias no trem de força e na dinâmica lateral do baja, para que o veículo realize curvas mais precisas.

Já a equipe do Instituto Mauá de Tecnologia investiu na otimização da gaiola de seu projeto, o baja BM22. Na Unicamp, o projeto atual comemora os 25 anos da universidade no campeonato Baja SAE e chama-se Triunfo.

Passada a competição nacional Baja SAE, as equipes agora vão se dedicar à avaliação do desempenho dos veículos, conserto de eventuais peças quebradas e buscas por aprimoramento, além da nova etapa regional, que será realizada em novembro.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.