São Paulo, 06 de julho de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

28/05/2022

Ford expande CDT na Bahia e contrata 500 engenheiros

(29/05/2022) – Num aparente paradoxo, a Ford, que nos últimos três anos fechou suas quatro fábricas no Brasil, segue apostando nos profissionais brasileiros. Nos últimos meses a montadora contratou cerca de 500 engenheiros e especialistas para trabalhar no Centro de Desenvolvimento e Tecnologia (CDT), que a montadora mantém em Camaçari, na Bahia.

A informação foi dada a público na semana passada, durante visita do governador da Bahia, Rui Costa, às novas instalações da empresa no Cimatec Park, ecossistema de inovação montado em parceria com o Senai Cimatec em Camaçari. Segundo a empresa, “com a expansão, o centro de desenvolvimento brasileiro se consolida como um polo de exportação de projetos e conhecimento para a Ford mundial”.

O anúncio foi feito pelo presidente da Ford América do Sul, Daniel Justo. “Com a expansão, o centro de desenvolvimento brasileiro se consolida como um polo de exportação de projetos e conhecimento para a Ford mundial”, informou a montadora, acrescentando que as 500 novas contratações equivalem a um aumento de 50% do time de engenharia, hoje formado por 1.500 especialistas dedicados ao desenvolvimento de projetos globais da marca.

“O time brasileiro tem uma contribuição importante na engenharia global da Ford, desenvolvendo produtos, patentes, tecnologias e softwares que estão ajudando a moldar o futuro da mobilidade. Ele é uma prova da capacidade e da competitividade do nosso país em exportar projetos e conhecimento”, disse o executivo. Além do parque tecnológico da Bahia, a estrutura inclui o Campo de Provas de Tatuí, no interior paulista.

Competitividade brasileira – Daniel Justo destacou o momento de transformação vivido pela indústria automotiva global, com a introdução de novas tecnologias e mudanças de hábitos dos consumidores, o que abre oportunidades para o aproveitamento da especialização e do conhecimento acumulado pelo time de engenharia da Ford no país há mais de 20 anos.

“Fazer engenharia, pesquisa e desenvolvimento de tecnologia no Brasil é viável, e o Centro de Desenvolvimento da Ford na Bahia é um grande exemplo da nossa competitividade”, afirmou. “Nosso time está mostrando que é extremamente preparado, criativo e eficiente, competindo com os melhores no mundo. Essas características chamaram a atenção da Ford global e, por isso, ganhamos cada vez mais responsabilidades em projetos que estão definindo o futuro da mobilidade.”

Segundo a montadora, a formação e a capacitação de novos profissionais são pilares importantes em sua estratégia, como parte de sua visão para o futuro. Além de parcerias com instituições como a Universidade Federal da Bahia e o Senai Cimatec, a Ford mantém programas de treinamento, palestras e workshops para atração e desenvolvimento de novos talentos.

A empresa promove também ações voltadas à comunidade, como o curso de desenvolvimento de software, criado em parceria com o Senai Cimatec, com 80 vagas gratuitas para pessoas de baixa renda, em uma área que registra alta demanda e disputa por profissionais.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.