São Paulo, 24 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

14/05/2022

Comau moderniza 14 linhas de produção da Jeep em PE

(15/05/2022) – A Comau expandiu e modernizou 14 linhas de produção do complexo industrial da Jeep em Goiana (PE), de modo a permitir à montadora, que pertence ao Grupo Stellantis, o mesmo da empresa de tecnologias de automação, ampliar a sua capacidade produtiva de três para quatro modelos.

A Jeep produz em Goiana os modelos Renegade e Compass, da Jeep, e o Toro, da Fiat. Com o projeto de expansão, passou a produzir também o novo SUV de 7 lugares da Jeep, o Commander.

As 14 linhas foram flexibilizadas para lidar com a produção dos quatro modelos diferentes em um fluxo de produção aleatório, tendo se estendido às operações de soldagem e inspeção de qualidade específicas de cada modelo. Além da possibilidade de priorizar demandas, o projeto também possibilitará à Jeep introduzir novos modelos no futuro, caso assim o desejar.

A flexibilização também foi planejada para que as linhas de montagem possam operar com base nos insumos disponíveis para a produção.

“Esse recurso ajudará a otimizar os volumes de produção da Jeep em situações como a de uma pandemia global, por exemplo, quando os insumos podem ser escassos para alguns modelos”, explica Laerte Scarpitta, líder da Comau para o Cluster Américas. “Isso porque o sistema pode priorizar automaticamente a produção do veículo que tenha todos os insumos em estoque”.

A estrutura expandida ainda incluiu 73 estações automáticas e 18 manuais para melhor controle dos processos, com redução do número de equipamentos auxiliares e operações manuais. Ao todo, 24 robôs, 24 pinças de solda e 4 transportadores foram adicionados aos 620 robôs de montagem, manipulação e solda já instalados no polo automotivo de Goiana.

Outros produtos de automação avançada, incluindo solda laser, sistemas de visão e de grafagem, também foram aplicados ao projeto.

Para o melhor controle da qualidade, câmeras passaram a ser utilizadas para detectar peças por forma, no lugar de sensores ou fotocélulas, e a digitalização 3D da linha em todas as estações garantirá o alinhamento robótico perfeito.

Antecedendo o trabalho, os engenheiros da Comau, em parceria com equipes da Jeep, mapearam minuciosamente os ciclos de produção existentes.

Os engenheiros trabalharam com dispositivos de simulação para obter uma visão mais completa e detalhada das modificações de layout propostas para as linhas de montagem, antes da implementação prática. O projeto, liderado pelo Brasil, contou com apoio direto da Comau Romênia, Comau China e Comau Itália.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.