São Paulo, 19 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

09/04/2022

Nissan investirá R$ 1,3 bilhão para modernizar fábrica no RJ

(10/04/2022) – A Nissan acaba de anunciar mais um investimento para a sua fábrica de Resende, no Rio de Janeiro. A montadora destinará cerca de R$ 1,3 bilhão (US$ 250 milhões) até 2025 para modernizar a unidade e incorporar mais um modelo à linha de montagem. Hoje, na fábrica fluminense é produzido apenas o SUV Kicks.

O anúncio foi feito no último dia 7 pelo diretor operacional global do grupo, Ashwani Gupta, em evento realizado na Argentina, durante o lançamento da nova picape Frontier, que é produzida lá. Os novos recursos dão sequência ao plano de investimento anterior, no total de RS 1,1 bilhão, iniciado em março de 2021 e recém-concluído.

Segundo Turno – Na semana passada, a fábrica de Resende também voltou a operar em dois turnos. Para este retorno foram contratados 578 funcionários. O objetivo da montadora é ampliar a produção do Kicks em 60%, para 400 unidades ao dia.

Em 2021, a fábrica de Resende produziu 48 mil veículos. A previsão para 2022 é atingir 86 mil unidades, se a escassez de semicondutores não atrapalhar muito, conforme disse ao Estadão o presidente da Nissan Mercosul e diretor-geral da marca no País, Airton Cousseau. “Além da falta de semicondutores também faltam navios e contêineres”, disse o executivo.

Desde 2011, quando anunciou a intenção de construir o complexo industrial no Rio de Janeiro, a Nissan já investiu mais de US$ 2 bilhões no Brasil. A princípio, investiu US$ 1,5 bilhão na fábrica, contando com ciclo completo de produção e capacidade instalada para produzir até 200 mil veículos e 200 mil motores por ano em três turnos. Em 2017, foram destinados mais US$ 192 milhões para o início da produção do Nissan Kicks.

De sua inauguração em 2014 até 2021, o Complexo Industrial de Resende produziu mais de 500 mil carros, cerca de 80 mil veículos exportados, tendo a Argentina como principal destinatário com 63% das vendas externas. Hoje, a montadora emprega 1,95 mil trabalhadores diretos no Brasil. Somando os terceirizados, 2,5 mil pessoas trabalham no complexo industrial de Resende.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.