São Paulo, 22 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

02/04/2022

Oxifix, nova empresa no mercado de sistemas de fixação

(03/04/2022) – O mercado brasileiro de sistemas de fixação acaba de ganhar uma nova empresa, a Oxifix. Os primeiros produtos já estão disponíveis no mercado nacional, uma família de sistemas de fixação Zero Point composta de quatro modelos: Módulo de fixação única e de estações de 2, 4 e 6 cavidades. A empresa informa que também está desenvolvendo novos componentes que trarão ainda mais versatilidade e rapidez aos sistemas de fixação para usinagem.

De acordo com Sandro Silva, gerente de Produto da Oxifix, a criação de uma empresa para desenvolver a tecnologia de fixação voltada à área de usinagem era uma necessidade do Grupo Oximag, que fabrica uma variada linha de produtos para diversos segmentos industriais, tendo sempre como base o magnetismo.

“Trata-se da primeira empresa 100% nacional a produzir uma linha de sistemas de fixação Zero Point com acionamento pneumático”, informa o gerente, acrescentando que, além de atender o mercado nacional, a Oxifix tem planos de exportação.

Zero Point – O gerente conta que a família de produtos que acaba de chegar ao mercado nacional vinha sendo desenvolvida há dois anos. A principal característica dos sistemas de fixação Zero Point da Oxifix é a tecnologia de acionamento pneumático e a fixação por esferas. Entre os principais benefícios estão a troca rápida e o set up rápido, com economia de tempo em torno de 90%, na comparação com os sistemas convencionais de fixação.

A linha Zero Point da Oxifix é composta de quatro modelos de fixação individual, dupla, quadrupla e sêxtupla e tem capacidade de fixar placas de até 700 x 420 cm, podendo ser instalados em centros de usinagem, tornos e fresadoras CNC. O processo de fixação pode empregar paletes, morsas ou dispositivos, acessórios também fabricados pela empresa.

De acordo com o gerente de Produto, a linha da Oxifix tem grande potencial no mercado brasileiro. Ele lembra que o parque nacional de máquinas CNC tem um tempo médio de uso elevado e os sistemas de fixação de peças utilizados ainda são em grande parte convencionais. “Os sistemas de fixação mais modernos, como o Zero Point, ainda são pouco utilizados. Nossa intenção é também a de difundir o uso desta tecnologia e seus benefícios, como o set up rápido e seus ganhos em termos de produtividade, principalmente entre as pequenas e médias indústrias brasileiras”, explica, frisando que este tipo de produto está alinhado ao conceito da Indústria 4.0.

Silva ressalta ainda que os sistemas de fixação Zero Point da Oxifix serão um dos destaques do Grupo Oximag em sua participação na Feimec 2022, que será realizada de 3 a 7 de maio, no São Paulo Expo. A empresa estará na Feimec no estande J-015.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.