São Paulo, 17 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

12/03/2022

Volkswagen promove transformação da área de engenharia

(13/03/2022) – Fiel à estratégia de se tornar principalmente uma empresa de tecnologia, a Volkswagen está reformulando em profundidade a sua divisão de desenvolvimento técnico de Wolfsburg, na Alemanha.

A companhia está investindo 800 milhões de euros para tornar o campus Sandkamp o centro de desenvolvimento de veículos mais avançado do mundo. Com 11.500 empregados, trata-se, já, da maior divisão de engenharia do Grupo Volks.

A ideia, na prática, é tornar o departamento interdisciplinar e diretamente focado em softwares, nas exigências do cliente e na chamada SSP, a plataforma elétrica da Volkswagen para o futuro. O objetivo é de também transformar os processos e a organização da divisão em sistemas e funções.

Com o realinhamento tecnológico e organizacional, a Volkswagen espera reduzir o tempo de desenvolvimento de projetos em cerca de 25%, aumentar a velocidade dos lançamentos de novos softwares e acelerar de forma significativa os processos de produção.

“Se o carro está se tornando cada vez mais um produto de software movido a eletricidade, o seu desenvolvimento também deve evoluir nesta direção”, diz Thomas Ulbrich, membro do Conselho de Administração e responsável pela área de desenvolvimento técnico da montadora. “Softwares em primeiro lugar, em vez de priorizar os hardwares”, resume o executivo.

De acordo com Ulbricht, os projetos de veículos da Volks, no futuro, serão completados em apenas 40 meses a partir do ponto em que a arquitetura básica de software seja estabelecida, em vez dos atuais 54 meses.

Ele acrescenta que, trabalhando juntamente com o setor de produção, o departamento técnico contribuirá até para a otimização dos processos fabris, reduzindo possivelmente o tempo de feitura para cerca de 10 horas por veículo.

A Volks também está investindo no treinamento de empregados para a nova era digital. Várias centenas de colaboradores já passaram por treinamentos para novas áreas de trabalho no departamento técnico.

Até 2030, a companhia espera que cerca de 4 mil empregados sejam habilitados para exercer novas funções, enquanto de 6 mil a 8 mil recebam treinamento com vista a se aperfeiçoarem do ponto de vista das novas tecnologias.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.