São Paulo, 29 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

19/02/2022

Siderúrgica Pecém registra recorde na produção de HTS

(20/02/2022) – No ano passado, a CSP – Companhia Siderúrgica do Pecém, joint venture da das sul-coreanas Posco e DongKuk com a Vale, instalada no Ceará, atingiu recordes na fabricação de aços de alta tecnologia (HTS), que representaram 24,4% da produção do total de 2,8 milhões de toneladas. Na linha de produtos premium foi registrado recorde mensal em novembro, quando a linha chegou a 42% de participação na produção.

Os resultados satisfatórios também foram destaque no quesito qualidade, já que a empresa ineditamente conquistou  a performance a nível de Seis Sigma das placas CSP. Essa classificação internacional de qualidade é utilizada quando os fornecedores promovem perdas em seus clientes abaixo de 3,4 ppm (partes por milhão). Em 2021, a companhia teve desempenho de eficiência superior a 99,9%, reduzindo o índice de sucata / downgrade de seus clientes na produção de aço para 1,5 ppm. Esse resultado, segundo a CSP, atesta a excelência da siderúrgica e a qualifica como fornecedora de alto padrão.

“Nós conseguimos aumentar o percentual de aços de alta tecnologia com um excelente índice de qualidade. Desde 2018, a CSP já era um fornecedor típico de classe mundial. Mas fechamos 2021 com a performance máxima, de Seis Sigma. Isso, em geral, é a classificação necessária para atender a indústria aeronáutica, que exige muito mais qualidade, onde o índice de falha tem que ser menor ainda”, explica Alex Nascimento, gerente geral de Metalurgia e Qualidade na CSP.

Nos últimos cinco anos, a companhia – localizada em São Gonçalo do Amarante (CE) – produziu 144 tipos de aços de alta tecnologia, atendendo a mais de 30 clientes dos mercados europeu, brasileiro, americano, canadense e mexicano. “Já chegamos à marca de mais de 200 mil toneladas de aços de alta performance fornecidos para a indústria do petróleo e mais de 300 mil toneladas para o mercado automotivo. Tudo isso demonstra a capacidade da CSP”, ressalta Nascimento.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.