São Paulo, 05 de julho de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

06/11/2005

Faturamento da Bardella Timken cresce 40%

6/11/2005 – A Bardella Timken (BT), especializada em remanufatura de rolamentos e revestimento em rolos e cilindros de laminação, fechou o primeiro semestre de 2005 com faturamento de R$ 1,82 milhão. O valor é superior aos R$ 1,34 milhão apurados no mesmo período do ano anterior.

“A elevada demanda no mercado internacional por rolamentos industriais superou a capacidade de produção dos fabricantes e levou o prazo de entrega de rolamentos novos para patamares de seis meses a até dois anos”, explica Julio Raele, gerente geral da BT. Para evitar a interrupção da produção por falta de peças, várias empresas adotaram a política de remanufatura. “Antes a ordem nas empresas era ‘passar o maçarico no rolamento’, ou seja, inutilizar o componente. Hoje elas guardam à espera da BT”, diz Raele.

Segundo Raele, a economia com a remanufatura varia de 10% a 60% do custo de um rolamento novo. Outra vantagem é a rapidez: um produto remanufaturado fica pronto entre uma semana e três meses, dependendo da complexidade do trabalho a ser realizado, contra prazos de entrega de rolamentos novos que vão de seis meses a dois anos. “Além disso, nossa qualidade é assegurada pelos procedimentos e processos utilizados na remanufatura, idênticos aos que a Timken usa na fabricação de rolamentos novos”, informa.

CRESCIMENTO GLOBAL – O crescimento dos negócios de remanufatura não se verifica só na operação brasileira da Timken. Um levantamento preliminar feito pela companhia indica que as operações da empresa nesse segmento de negócios deverão fechar 2005 com aumento de 40% sobre o ano passado.

A Timken conta hoje com nove operações de remanufatura de rolamentos distribuídas nos seguintes países: Brasil, Índia, Romênia, África do Sul e Estados Unidos. Em 2004, foi aberta uma unidade de remanufatura em Strasburgo (França), e no primeiro semestre desse ano, a Timken pôs em operação uma outra em Wuxi (China).

A BT surgiu em 2001 e é uma joint venture da Bardella com a Timken. O controle é dividido em partes iguais entre os dois sócios. A BT ocupa 1.700 m² dentro da fábrica da Bardella, em Guarulhos. Lá trabalham diretamente 15 pessoas, entre engenheiros e técnicos. A BT tem registrado crescimento constante. No primeiro ano de operações, a companhia faturou R$ 513 mil, quadruplicado em 2003, atingindo o patamar de R$ 2,092 milhões. No ano passado, a joint venture cresceu 28,5%, registrando vendas de R$ 2,69 milhões.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.