São Paulo, 11 de agosto de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

15/06/2008

Kennametal mostra novidades em furação e fresamento

(15/06/2008) – Na semana passada, a Kennametal reuniu cerca de 200 clientes em sua sede em Indaiatuba (SP) para o 1º Encontro Kennametal de Produtos e Serviços Integrados à Manufatura. No evento foram apresentadas as principais novidades da empresa nas áreas de furação e fresamento.

Na linha de fresamento, destaque para o lançamento das fresas Dodeka, de doze arestas. Segundo o gerente de Produto Sérgio Nagai, a nova fresa permite o total aproveitamento das doze arestas. “Até recentemente não existiam cabeçotes de fresa que permitissem a utilização das doze arestas. Após o uso das seis primeiras arestas, era necessário recorrer a um segundo cabeçote (esquerdo) para aproveitar as demais seis arestas”, explica.

Projetada dentro do conceito duplo negativo, com insertos de 26º positivos, a Dodeka possibilita o uso das doze arestas numa mesma fixação, apenas virando-se os insertos. “Além de reduzir o inventário de corpos de fresas, reduz o tempo de set up”, diz. Nagai lembra ainda outras vantagens, como o fato de a geometria permitir a redução de consumo de potência em até 16%, possibilitar profundidades de corte mais elevadas e taxas de avanço de até 0,6 por faca. Disponível em várias classes, com arestas reforçadas, para a usinagem de aços e ferro fundido, conta ainda com insertos alisadores, montados no mesmo corpo com o emprego de cápsulas.

Também lançada no evento, a Mill One, de 90º, traz insertos com fase plana de 2,5 mm, com saída do lado interno que permite a usinagem em mergulho de até 16º. Com arestas helicoidais, o contato junto à peça durante a usinagem se dá ponto por ponto, evitando o contato de choque. “A entrada da ferramenta na peça é suavizada e o escoamento é facilitado”, observa o gerente.

Na linha Hanita a novidade foi a fresa de alta performance High Feed, para avanços de até 0,6 por faca em materiais endurecidos, quase dez vezes mais rápida que as ferramentas convencionais. Indicada para desbaste e semiacabamento, permite ganhos de tempo em especial nas operações de matrizarias, graças à maior área de contato com o material usinado”, diz Nagai, acrescentando que a geometria oferece uma saída especial de cavaco.

FURAchr38Ccedil;ÃO – Na área de furação, destaque para os machos de alta performance em metal duro “que trabalham na faixa de 100 m/min, contra a média de 40 m/min dos convencionais”, diz o gerente de Produto, Roberto Tadeu Valio. “Com essa ferramenta, a operação de rosqueamento chegou ao patamar de velocidade da furação”.

Valio frisa que a linha é chamada de 4×4, por oferecer – em relação às ferramentas de aço rápido – 4 vezes mais velocidade e 4 vezes mais vida útil. Com bitola de M4 até M20, estão disponíveis nas geometrias KC7542 (aços e ferros fundidos) e KC7512 (alumínio), nas versões machos laminadores e de corte, tanto para furos cegos como passantes. “São ferramentas ideais para uso em máquinas com ciclo rígido de rosqueamento, o que permite explorar as altas velocidades de corte que a ferramenta oferece”.

Também foram apresentadas novas geometrias para as brocas modulares KSEM (com cabeças intercambiáveis). Agora, além das HPGM e HPM, para aços e ferro fundido, o programa passa a contar com as geometrias HPCM, para ferro fundido, e a HPLM, para inox e superligas. Disponíveis em versões standard para furos de 1 a 10x o diâmetro (especial em até 15x), nos diâmetros de 12,5 a 40 de diâmetro. “São brocas de alta produtividade com altas taxas de avanço”, diz Valio, que no evento mostrou uma operação em aço 4340, com 0,45 mm por volta. “Mas pode chegar a 0,55”, diz.

Já a linha KenTip, que se diferencia da linha KSEM por utilizar o conceito de cabeças descartáveis, também passa a contar com as geometrias HPCM para ferro fundido e HPLM para aços e superligas, que se somam a HPM para aços. A brocas KenTip estão disponíveis com 3, 5 e 8 vezes o diâmetro, nos tamanhos de 8 a 20,99 de diâmetro.

Por fim, Valio também apresentou aos clientes a nova linha de brocas extralongas em metal duro, com 3 a 10 mm de diâmetro e comprimento de 15, 20 e 30 vezes o diâmetro. “De alto avanço, essas brocas substituem com vantagens as brocas de HSS (pois eliminam o picapau) e possibilitam taxas de avanço bem superiores às brocas-canhão”.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.