São Paulo, 20 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

18/12/2021

Cummins já produziu 1,4 milhão de motores no Brasil


(19/12/2021) – No ano em que comemora 50 anos de Brasil, a Cummins também celebra a produção de 1,4 milhões de motores em sua fábrica localizada em Guarulhos (SP). O motor ISF 3,8 litros, com 163 cv e 600 Nm de torque, será entregue à Volkswagen para equipar um caminhão da família Delivery.

O primeiro aporte de peso da companhia no país foi a aquisição, em 1971, das instalações da fábrica de motores diesel e tratores Otto Deutz, localizada à margem da via Dutra, em Guarulhos, sua sede até hoje.

Na ocasião foram investidos 32 milhões de cruzeiros na compra de equipamentos. A companhia, na época, já contava com um escritório regional da cidade de São Paulo para supervisionar vendas e serviços em toda a América do Sul.

Anos depois, em 1973, o primeiro programa de expansão da Cummins envolveu investimentos da ordem de US$ 49 milhões na produção de motores a diesel para caminhões e ônibus em V na faixa de potência de 140 a 240 HP.

Nos anos 1980, a Cummins exportava para mais de 20 países. Nesta década, houve a criação de centros de pesquisa para avaliação de combustíveis alternativos ao diesel e o lançamento do motor NTTA-855-G2 para grupos de geradores.

Para duplicar a capacidade da fábrica de Guarulhos e iniciar fornecimento de motores de caminhão para a Volkswagen, um aporte de US$ 100 milhões foi anunciado em 1988. Mais US$ 60 milhões foram aplicados em 2005 para atingir produção de 70 mil unidades/ano e outros US$ 20 milhões foram aprovados em 2010 para o desenvolvimento de novos produtos, melhorias de processos e a preparação de motores de conformidade com a Euro 5.

Em julho de 1996 é criada a Cummins Latin America, com sede no Brasil, e em 1999 começam as exportações para a fábrica de Minneapolis, nos Estados Unidos. Nos anos 2000, a companhia passa a atuar na fabricação, venda e locação de geradores de energia através da divisão Cummins Power Generation e começa a produção da Cummins Filtration (anteriormente Fleetguard-Nelson).

A Cummins Emission Solutions iniciou operações no Brasil em 2008, oferecendo soluções para reduzir a emissão de gases poluentes por motores a diesel. Em setembro de 2009 é aprovado o uso do biodiesel B20 em conformidade com as normas ASTMD6751 (americana) e EN14214 (europeia) em todos os motores produzidos pela companhia.

A partir de 2011 a Cummins intensifica os investimentos em ações socioambientais e, em 2012, surge a divisão de negócios Emission Solutions, cujo objetivo é fornecer todo o sistema de controle de emissões SCR para novos motores Euro 5. Em abril deste mesmo ano, a empresa alcança a marca da produção de seu milionésimo motor, um Euro 5 ISL 9 litros de 330 cv.

A unificação das operações da Cummins na América Latina, integrando as regiões da América do Sul, México e América Central, foi implementada em 2016. No ano seguinte a empresa inaugurou sua nova linha de produção na fábrica da Holset Turbo Technologies, seguindo a conceito de indústria 4.0, com sistema totalmente digital que permite o controle preciso dos processos.

O powertrain elétrico para ônibus chegou em 2018 e, um ano depois, foi lançado o modelo de motor a combustão L9N Near Zero, com 320cv e 138,3 kgfm de torque, com redução de 80% na emissão de material particulado, 90% em óxidos de nitrogênio (NOx) e 70% nos gases de efeito estufa em comparação a motores diesel. O motor é considerado o mais limpo do mundo.

 

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.