São Paulo, 20 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

04/12/2021

Renault abre fábrica de recondicionamento de seminovos


(05/12/2021) – Em 1º de dezembro, a Renault inaugurou a Factory VO (sigla em francês para Veículos Seminovos), a primeira fábrica especializada no recondicionamento de veículos seminovos em escala industrial. A fábrica se insere dentro do projeto Refactory, lançado há um ano pelo grupo francês, que inclui a conversão da fábrica de Flins, nos arredores de Paris, à economia circular.

“O Refactory representa um projeto inovador e ambicioso para a planta de Flins, uma nova fonte de valor econômico, social e ambiental”, disse Luca de Meo, CEO do Renault Group. “No coração deste projeto está nossa 1ª fábrica de veículos seminovos, demonstrando nossa capacidade de industrializar nossas atividades de economia circular. Esta Factory VO nos posiciona no melhor nível no crescente mercado de veículos seminovos, com instalações industriais únicas, capazes de recondicionar até 45 mil veículos por ano.”

Ocupando área de 11 mil m², a Factory VO é, de acordo com a Renault, a maior planta de recondicionamento da Europa. Tem capacidade para recondicionar 180 veículos seminovos por dia, ou seja, 45.000 veículos por ano até 2023, com a possibilidade de dobrar sua capacidade em médio prazo.

100% digitalizada, a fábrica possibilita assegurar a rastreabilidade e o monitoramento em tempo real das etapas de restauração e foi projetada para recondicionar todos os tipos de veículos, de todas as marcas.

Segundo a Renault, a planta baseia sua competitividade em uma alta taxa de produtividade, além de uma organização em linha e sistemas otimizados de produção. Com quatro linhas de produção, é organizada de forma a não haver retrocessos, contando com controle técnico integrado na linha e escâner de alta resolução que permite inspeções virtuais a 360° (interior, exterior, parte inferior da carroceria e pneus). Em média, a Factory VO pode recondicionar um veículo em 8 horas, com os mesmos padrões de qualidade que a produção de veículos novos.

Para os próximos dois anos, estão previstos na Factory VO o aumento da capacidade produtiva e a inclusão de novas atividades, como a reparação de carrocerias pesadas. Até 2023, também poderá ser tirado do papel um projeto de oferta de retrofit para a conversão de veículos utilitários para propulsão elétrica.

Refactory – De acordo com a Renault, o Projeto Refactory se baseia em um ecossistema articulado em torno de quatro polos: o Re-Trofit, que reúne as atividades de retrofit e recondicionamento dos veículos seminovos, que entrou em funcionamento em setembro de 2020, já tendo recondicionado mais de 1.500 veículos.

O polo Re-Energy é voltado ao desenvolvimento das aplicações em torno da “segunda vida” de baterias e novas energias, enquanto o Re-Cycle reúne as atividades de reciclagem, reuso de peças e materiais.

Já o Re-Start engloba as áreas de inovação e treinamento, incluindo um centro de inovação com foco na indústria 4.0 para desenvolver principalmente a prototipagem, impressão 3D e retrofit de robôs.

Segundo a Renault, 700 colaboradores terão sido alocados nas atividades dao Projeto Refactory em Flins até o fim deste ano, 200 deles na Factory VO. A previsão é chegar a 3 mil trabalhadores até 2030.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.