São Paulo, 16 de maio de 2022

Apoio:

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

06/11/2021

Centro de Pesquisa da Usiminas completa meio século


(07/11/2021) – Em outubro, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Usiminas completou 50 anos de atividades. Localizado na Usina de Ipatinga, o CPD é, de acordo com a Usiminas, o maior na indústria do aço na América Latina.

O local é responsável pelo desenvolvimento de ações de alto valor agregado para vários setores industriais. As pesquisas do CPD, assim como suas ações, são voltadas para o desenvolvimento e melhoria de produtos em aço, assim como a para a otimização de processos industriais e redução de custos, sempre integrados aos conceitos de sustentabilidade.

Para Sergio Leite, presidente da companhia, ao longo de sua história, a Usiminas buscou aprimorar produtos e processos, investindo em tecnologias e gerando soluções inovadoras nesse segmento. “A necessidade das empresas de se manterem competitivas em um mercado cada vez mais acirrado como o de produção e beneficiamento do aço, levam as companhias a investirem estrategicamente em pesquisa e desenvolvimento, criando soluções para aprimorar os seus processos e serem cada vez mais eficientes e sustentáveis”, diz.

O Centro de P&D está integrado a todas as unidades da Usiminas e ocupa área de 13 mil m². Conta com uma equipe de cerca de 100 profissionais, entre pesquisadores, cientistas e técnicos. Com foco em treinamento e capacitação, 69% do efetivo possui mestrado, 13% doutorado e 12% especialização. Realiza investimentos em treinamentos e parcerias com universidades, siderúrgicas e centros de pesquisa no exterior (Japão, Estados Unidos, Inglaterra e França).

“Nosso objetivo é sempre estar à frente do nosso tempo, caminhando na vanguarda do conhecimento, aumentando e treinando a nossa equipe, incluindo cada vez mais mestres e doutores no nosso time. Além de investimentos em equipamentos sofisticados, desenvolvimento de técnicas de análises e simulações para otimizar os processos siderúrgicos, desenvolvendo novos aços, melhorando a qualidade dos existentes e apoiando seus clientes para o melhor desempenho de seus produtos e processos”, afirma o gerente-geral do Centro de P&D da Usiminas, Carlos Salaroli.

Produtos – No CPD são desenvolvidos novos aços, além do aprimoramento dos aços já produzidos para o mercado automotivo, eletroeletrônico, utilidades domésticas, embalagem, construção civil, máquinas pesadas, tubos, plataformas e navios. Segundo a Usiminas, os tipos de aço para cada uma dessas finalidades vêm evoluindo ao longo do tempo e para Salaroli, uma das metas é conseguir estar sempre se antecipando às demandas dos diferentes mercados.

Para atender a demanda por veículos mais compactos, econômicos, menos poluentes, mais seguros e com designs mais complexos, por exemplo, o Centro de Pesquisa realiza estudos sobre aços com maior resistência mecânica, que permitem a redução do peso dos automóveis por meio da utilização de chapas com menor espessura e desempenho igual ou superior na estrutura do carro. Além de alta resistência mecânica, as pesquisas também estão voltadas para aços que demandam elevada capacidade de absorção de energia contribuindo, dessa forma, para mais proteção aos passageiros durante uma eventual colisão.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.