São Paulo, 05 de julho de 2022

31/07/2021

Otimização dos dados de corte reduz pegada de carbono


(01/08/2021) – “A sustentabilidade é um dos nossos focos estratégicos”, informa a Seco Tools em comunicado de imprensa. A empresa tem metas e planos desenvolvidos para contribuir para um clima melhor, de acordo com as metas globais da ONU. Atualmente, a companhia utiliza métodos de cálculo estabelecidos para relatar as emissões de gases do efeito estufa de sua produção.

Para a próxima etapa, a empresa está desenvolvendo sistemas para os seus clientes, que vão otimizar o uso dos produtos e reduzir o impacto no clima. “Quando as empresas analisam seu impacto no clima, elas geralmente se baseiam em análises tradicionais do ciclo de vida de suas próprias fábricas e produtos. No entanto, 70% do impacto climático de nossas ferramentas ocorrem na fase do usuário. Ganhos significativos podem ser obtidos ajudando nossos clientes a otimizar o uso de nossas ferramentas”, afirma Ted Forslund, coordenador Global de Sustentabilidade da Seco Tools.

Os modelos de dados em desenvolvimento podem ser usados para calcular a pegada de carbono dos clientes na fase do usuário. Eles consideram todo o ciclo de vida de uma ferramenta, incluindo o consumo de energia e o uso de líquido de refrigeração nos processos de produção. Isso ajuda os clientes na otimização dos seus processos e na redução dos impactos climáticos.

“Ao fazer as escolhas certas, usando os dados de corte corretos e evitando subotimizações ao produzir peças individuais, os clientes podem reduzir sua pegada de carbono em pelo menos 20%. A ideia é encontrar a melhor maneira de produzir uma peça alterando diferentes parâmetros”, disse Sören Hägglund, PhD e especialista em dados de corte de Pesquisa e Desenvolvimento da Seco Tools.

Para auxiliar no cumprimento dessas metas, o departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa também desenvolveu um software que pode ser usado para simular vários processos produtivos e experimentar diferentes alternativas para manufaturar um item, como escolha de método de processamento, máquina, estratégia e ferramenta. “Por exemplo, o usuário pode ver se está usando uma máquina ou ferramenta em todo o seu potencial durante um determinado processo de produção. Se observar que o potencial total de uma máquina ou ferramenta não está sendo usado, pode valer a pena selecionar outras opções para minimizar a pegada de carbono”, afirma Daniel Johansson, PhD e profissional sênior de Pesquisa e Desenvolvimento da Seco Tools.

Dessa forma, os clientes podem entender como reduzir sua pegada de carbono. Isso também é algo que muitos clientes têm solicitado, de acordo com Johansson. “Há muita demanda por fabricação sustentável. Para usar um termo emprestado da indústria automotiva, oferecemos o chamado botão ecológico”, diz.

Além das questões de sustentabilidade, o trabalho também está alinhado com a ambição que a empresa tem de estar na dianteira das soluções digitais. “No departamento de Pesquisa e Desenvolvimento, nos concentramos muito no desenvolvimento de tecnologias que podem ser usadas no futuro e que podem ser usadas como uma base para outras soluções digitais. Atualmente, nossa solução não está disponível para aplicativos públicos, mas, a longo prazo, podemos prever a oferta de uma interface para uso externo”, conclui Sören Hägglund.

Receba notícias
em seu e-mail

Usinagem Brasil © Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Privacidade.