São Paulo, 27 de Novembro de 2021

  • Notícias

    Gerdau e IPT instalam centro de pesquisa do grafeno

    (17/10/2021) - A Gerdau Graphene e o IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas começam a operar ainda neste mês de outubro um centro tecnológico destinado a desenvolver aplicações do grafeno em processos industriais. 

    O centro funcionará dentro do campus do IPT, na zona oeste de São Paulo, e será gerenciado pela Gerdau Graphene e pelo IPT em parceria com a Finep - Financiadora de Estudos e Projetos, que também responderá por parte dos investimentos, que estarão focados principalmente em pessoal.

    A equipe principal envolvida no projeto será composta por 42 pesquisadores especializados na área. O plano de negócios a curto prazo prevê que, a cada seis meses, o centro de pesquisa entregue um novo produto já pronto para concorrer no mercado brasileiro e mesmo internacional.

    "Queremos ser referência em produtos de grafeno e a criação do centro tecnológico em parceria com o IPT é mais um passo na consolidação desse objetivo”, diz Alexandre de Toledo Corrêa, diretor-geral da Gerdau Graphene. “O projeto incorpora o conceito ‘from lab to life’, ou seja, irá gerar tecnologias que possam já ser usadas imediatamente pela indústria brasileira”.

    De acordo com Corrêa, as entregas em curto prazo contribuirão para que o centro se torne autossustentável, criando uma cadeia de valor com o grafeno.

    O projeto prevê o desenvolvimento de produtos como aditivos químicos que aumentem a resistência e durabilidade do concreto, “boosters” para lubrificantes visando o aumento da eficiência energética de veículos e motores industriais, e polímeros para uso em embalagens termoplásticas que melhorem o desempenho de barreira a gases e líquidos.

    A reciclabilidade e o desenvolvimento de funcionalidades do grafeno como elemento antimicrobiano, antiviral e antioxidante também estão no programa.

    A Gerdau Graphene tem planos da abertura de um segundo centro tecnológico, junto de outro instituto de pesquisa, com o objetivo de desenvolver “masterbatches” - aditivos sólidos usados na indústria de plástico para conferir melhores propriedade ou coloração. O produto permite aplicação nas três principais classes de polímeros: termoplásticos, termorrígidos e elastômeros.