São Paulo, 20 de Setembro de 2021

  • Notícias

    ZF inaugura moderna linha de produção em Limeira


    (02/05/2021) - A ZF inaugurou em sua unidade industrial de Limeira, em São Paulo, linha de produção de colunas de direção elétrica. Segundo a empresa, “com a nova linha, a ZF no Brasil passa a operar com a estrutura mais moderna de todo o Grupo ZF no mundo, além de se manter como líder de mercado no País para este componente”.

    De acordo com a ZF Brasil, a nova linha de produção de colunas de direção elétricas conta com 33 estações de trabalho e iniciou as operações em fevereiro deste ano. “Considerando as suas tecnologias, as melhores disponíveis atualmente em termos de controles e automação, trata-se de uma referência global em seu segmento”, informa a empresa.

    Atualmente a linha opera em um turno, com previsão de produção em maior escala a partir do segundo semestre deste ano. A sua gestão é totalmente automática e segura, conta com prensas e parafusamentos com controles de torque e ângulo, com mais de 2.600 processos analisados pelo sistema e conferência de mais de 40 pontos de inspeção robotizada.

    De acordo com Gustavo Mociaro, gerente sênior de Engenharia de Manufatura da ZF, nenhuma outra linha de produção deste tipo de componente no Grupo ZF no mundo conta com esta tecnologia. “A nova linha de produção de colunas de direção elétrica da ZF vai ao encontro do crescimento contínuo da demanda por esse tipo de componente no Brasil”, comenta Mociaro.

    A ZF equipou e estruturou a nova linha com tecnologias de última geração. A área onde instalada também conta com piso antiestático, ideal para o manuseio e produção de equipamentos eletroeletrônicos.

    Produção no Brasil - Em dezembro de 2020, a ZF alcançou a marca de quatro milhões de colunas de direção elétricas produzidas na unidade industrial de Limeira.

    Pioneiramente, a ZF começou a produzir colunas de direção elétricas no Brasil em 2012. Desde então, tem registrado crescimento contínuo na demanda e produção deste componente, o que levou a marca à liderança de mercado.

    De acordo com estudos da ZF, em 2009, 89% dos veículos leves produzidos no Brasil eram equipados com sistemas de direção hidráulicos ou mecânicos e somente 11% possuíam direção elétrica. Em 2020 essa relação praticamente se inverteu, passando a ser de 27% para hidráulicos/mecânicos e 73% para sistemas elétricos. E as estimativas indicam que a partir de 2024 a taxa de aplicação da direção elétrica possa chegar a 90% no mercado nacional.

    Atualmente as direções elétricas produzidas localmente pela ZF contam com o conceito em que a coluna é interligada a uma Unidade de Controle Central - ECU e um motor, com designs específicos para cada modelo de veículo e montadora.