São Paulo, 13 de Agosto de 2020

  • Notícias

    Mercedes e Bosch instalam centro de testes em SP


    (15/12/2019) - A Mercedes-Benz e a Bosch formaram consórcio para a criação de um Centro de Testes Veiculares destinado à realização de ensaios com automóveis, veículos comerciais leves, motocicletas e máquinas agrícolas.

    O empreendimento será implantado no já existente campo de provas da Mercedes-Benz em Iracemápolis, interior de São Paulo, o maior do hemisfério sul para veículos comerciais. O investimento, partilhado, será de R$ 70 milhões.

    O início das obras do centro de testes está previsto para o primeiro semestre de 2020 e a inauguração deve acontecer em 2021. Atualmente, o campo de provas de Iracemápolis dispõe de 16 pistas, numa extensão total de 12 quilômetros.

    O projeto prevê a implantação de cinco novos complexos de engenharia, ocupando 400 mil m², e o acréscimo de novas pistas, que terão o seu número elevado para 21, possibilitando a realização de todo tipo de ensaio e avaliação de desempenho.

    “Será uma estrutura similar às existentes em países como Alemanha, Estados Unidos, China e Japão, e que ampliará em muito a gama de testes veiculares no país”, diz Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.

    Dentre os testes e avaliações previstos, destacam-se os ensaios para o desenvolvimento de sistemas de segurança veicular e controle de chassis, como o programa eletrônico de estabilidade e o de frenagem automática de emergência.

    Estarão ainda em foco a eficiência energética e o desenvolvimento de novas tecnologias. O centro pretende facilitar o desenvolvimento de veículos equipados com sistemas de assistência ao condutor e a condução autônoma e semiautônoma.

    “O projeto está diretamente alinhado ao nosso objetivo estratégico de ‘local for local’, ou seja, ter centros de competência locais para o atendimento das demandas dos clientes”, explica Besaliel Botelho, presidente da Robert Bosch América Latina.

    A nova estrutura será aberta para outras montadoras de veículos, sistemistas, fabricantes de autopeças e outras empresas do setor automotivo. Todas disporão de espaços individuais para assegurar a privacidade e a confidencialidade dos testes.