São Paulo, 09 de Dezembro de 2019

  • Notícias

    Estudantes criam carro elétrico com componentes de alumínio

    (01/12/2019) - Uma equipe de cerca de 60 estudantes de graduação da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), de Minas Gerais, desenvolveu um protótipo de carro elétrico com vários e importantes componentes à base de alumínio.

    O protótipo da equipe Cheetah E-Racing, desenvolvido em uma área cedida pela Unifei, levou um ano para ser concluído e teve a parceria da Hydro, multinacional do setor de alumínio, que cedeu o material.

    O protótipo foi levado para a Fórmula SAE, competição estudantil promovida pela Society of Automotive Engineers (SAE) Brasil, com o objetivo de propiciar aos estudantes de engenharia a oportunidade de aplicar na prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula.

    A versão 2019 da competição começou em São Paulo na última quarta-feira, 27, e vai até este domingo, dia 1 de dezembro. O desafio apresentado para os estudantes foi o desenvolvimento de um projeto completo de um carro tipo Fórmula 1, assim como do seu modelo de negócio.

    Durante os três dias da Fórmula SAE, os carros passam por provas estáticas e dinâmicas e por avaliações das performances na pista. O evento, que chega à sua 16ª edição, reúne engenheiros de todo o Brasil e tem visibilidade internacional.

    O alumínio foi escolhido pela equipe da Unifei por ser um material mais leve – o que possibilitou a redução do peso do carro e o aumento de sua eficiência - e notoriamente resistente à corrosão.

    “As ligas de alumínio foram usadas em peças de extrema importância, como cubo, caixa de direção e mancais de transmissão”, explicou Douglas Shinkawa, membro da equipe Cheetah E-Racing, que estava bastante otimista com a receptividade que o protótipo da Unifei receberia no concurso.

    Parceira do projeto, a Hydro opera com produção e vendas em toda a cadeia produtiva do alumínio, da lavra de bauxita, refino de alumina e geração de energia até a produção de alumínio primário, produtos laminados, extrudados e reciclagem.

    A empresa conta com 36.200 empregados envolvidos em atividades diversas em 40 países. Vanguardista em seu setor, a companhia tem mais de um século de experiência na produção de energias renováveis, desenvolvimento de novas tecnologias e parcerias acadêmicas.


    Voltar