São Paulo, 09 de Dezembro de 2019

  • Notícias

    Recuperação da indústria se intensifica em outubro


    (01/12/2019) - De acordo com a Sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI) referente ao último mês de outubro, houve não só continuidade da melhora de atividade do setor como uma aceleração deste processo.

    Embora a entidade ressalve que a atividade industrial costuma aumentar na passagem de setembro para outubro, os dados mostram-se positivos a ponto de superar o observado no mesmo mês de anos anteriores.

    A Utilização da Capacidade Instalada (UCI), por exemplo, atingiu 70% em outubro, aumento de 1 ponto percentual na comparação mensal. A última vez que a UCI havia alcançado 70% tinha sido em novembro de 2014, quando registrou 73%.

    O índice de UCI efetiva em relação ao usual registrou 46,4 pontos, aumento de 3,5 pontos na comparação com setembro. Este foi o melhor resultado desde outubro de 2013, quando o índice registrou 46,7 pontos. O índice ficou 0,5 ponto acima do alcançado em outubro de 2018.

    Já o índice de evolução de estoques registrou 50,1 pontos em outubro, demonstrando estabilidade, enquanto o índice de estoque efetivo em relação ao planejado mostra que prossegue um processo de eliminação dos estoques em excesso.

    A produção industrial também aumentou em outubro na comparação com setembro: o índice de evolução da produção alcançou 55,2 pontos. O índice de 2019 é o maior para o mês de toda a série histórica iniciada em 2010.

    Todos os índices de expectativas permanecem acima dos 50 pontos em novembro, indicando perspectivas positivas para os próximos seis meses. Com a exceção da expectativa de quantidade exportada, que apresentou variação negativa de 0,1 ponto, os demais índices variaram positivamente no mês.

    A expectativa de demanda cresceu em 1 ponto, para 57,7 pontos, e a expectativa de compras de matéria-prima cresceu em 0,4 ponto, para 54,6 pontos. Já o índice de intenção de investimento aumentou 2,1 pontos em novembro, para 56,2 pontos - o melhor resultado desde fevereiro de 2019.

    As expectativas do número de empregados, por sua vez, aumentaram em 0,5 ponto, para 50,7 pontos, acenando também para uma melhora nesta área. O índice de emprego em outubro ficou em 49,5 pontos em outubro, resultado ligeiramente negativo em relação aos últimos dois anos.


    Voltar