São Paulo, 09 de Dezembro de 2019

  • Notícias

    Gerdau compra siderúrgica no Ceará

    (01/12/2019) - A Gerdau anunciou, nesta semana, a aquisição da Siderúrgica Latino-Americana (Silat), que pertencia ao grupo espanhol Hierros Añón, por U$S 110,8 milhões. A fábrica, inaugurada em 2014, é localizada em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

    Quando concluída a transação - que depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) -, a Gerdau passará a deter 96,35% das ações da Silat. Os outros 3,65% pertencem a Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (Adece).

    A Silat, que entrou em operação em 2014, é produtora de aços longos, voltados para a construção civil, com capacidade instalada para 600 mil toneladas/ano de vergalhões e fio-máquina e 60 mil toneladas de malhas eletrosoldadas. Até aqui a empresa era concorrente nas regiões Nordeste e Norte da Gerdau Cearense (unidade que fica a 20 km da planta da Silat).

    O projeto do grupo espanhol Hierros Añon para a Silat contemplava várias etapas, incluindo a instalação de uma aciaria. Porém, com a crise brasileira, os espanhóis pisaram no freio e ficaram na fase da laminação. Agora, decidiram se desfazer do negócio. O governo do Ceará espera que a Gerdau retome o projeto de instalar uma aciaria na Silat e, a partir daí, implementar um polo metalmecânico no Estado.

    "Essa aquisição faz parte da nossa estratégia de servir cada vez melhor nossos clientes. A Gerdau já possui uma importante operação no Estado do Ceará, o que possibilitará ganhos e sinergias com a operação da Silat. Continuamos acreditando na retomada do mercado interno e essa aquisição reforça o nosso otimismo com a economia brasileira", disse Gustavo Werneck, CEO da Gerdau.


    Voltar