São Paulo, 20 de Outubro de 2019

  • Notícias

    Eletra lança ônibus elétrico híbrido com tecnologia 100% nacional


    (29/09/2019) - A fabricante paulista de ônibus Eletra lançou na última terça-feira, 24, o ônibus elétrico híbrido DualBus 15m, voltado para o transporte público sustentável. A apresentação foi feita na Arena ANTP 2019 - Congresso Brasileiro de Mobilidade Urbana, promovido esta semana pela Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP) na Transamérica Expo Center, em São Paulo.

    O projeto do DualBus 15m usa tecnologia 100% nacional e foi desenvolvido durante um ano pela Eletra em parceria com as empresas Moura (baterias) e Weg (motores elétricos). O chassi e a carroceria também foram produzidos no país, respectivamente pela MAN e pela Marcopolo.

    O empreendimento foi apoiado financeiramente pela Desenvolve SP, agência de fomento do governo de São Paulo. “Com este novo ônibus da Eletra, o transporte público do país passa a ter a opção de contar com um veículo econômico e muito menos poluente, que pode ajudar a melhorar a qualidade de vida dos cidadãos”, disse durante o evento o presidente da instituição, Nelson de Souza.

    O DualBus 15m é um veículo de tração elétrica alimentado por duas fontes de energia – banco de baterias e grupo motor-gerador a diesel ou a biocombustível – que podem operar de modo conjunto ou independente. Na comparação com um ônibus similar convencional, ele pode emitir 95% a menos de material particulado e 30% a menos de gás carbônico, consumindo ainda 28% a menos de óleo diesel, por exemplo.

    A sua operação é bastante simples. No modo elétrico, o motor-gerador do ônibus é desligado e o veículo roda apenas com a carga das baterias, com autonomia de até 25 km por volta. O desligamento pode ser acionado pelo condutor ou por um sensor GPS na via pública – por exemplo, quando o veículo entrar numa Zona de Emissão Zero de poluentes.

    Durante a operação, as baterias são continuamente recarregadas pela tecnologia de frenagem regenerativa (KERS), podendo também ter a contribuição do motor-gerador. A alternância de modos pode se repetir várias vezes, conforme o perfil da operação. Já no modo híbrido, o motor-gerador trabalha em rotação constante (estacionário), na melhor curva de eficiência para o mínimo de consumo e de emissões.


    Voltar