São Paulo, 27 de Junho de 2019

  • Notícias

    Abimaq realça relevância da Apex-Brasil para o setor

    (14/04/2019) - Com a recente demissão do presidente da Apex-Brasil pelo ministro das Relações Exteriores, em meio a uma disputa interna em parte semelhante à ocorrida no Ministério da Educação, a Abimaq decidiu lançar uma nota destacando a relevância da Apex-Brasil para o setor de máquinas no mercado internacional. O texto é o que segue abaixo:

    “Desde 2000, a Abimaq tem mantido Convênios com a Apex-Brasil que deu origem ao Programa Brazil Machinery Solutions (BMS). Trata-se de um Projeto Setorial que tem como objetivo fomentar a exportação da indústria de máquinas e equipamentos pelo desenvolvimento sustentável no processo de internacionalização das empresas do setor, atualmente o maior exportador brasileiro de manufaturados.

    O fomento é possível pelo aprofundamento do relacionamento com empresas fabricantes de máquinas e equipamentos e execução de ações direcionadas à capacitação, informação, defesa de interesses, fortalecimento de imagem e agenda de promoção de negócios para o setor.

    Em função dessa parceria, o Programa BMS atende atualmente a mais de 400 empresas de diferentes portes e níveis de maturidade exportadora. A capacitação e organização das empresas do setor possibilitou que nos últimos oito anos fossem realizadas cerca de 200 ações de promoção comercial entre feiras internacionais, projetos compradores, projetos imagem, missões comerciais e prospectivas, além de eventos de capacitação e qualificação das empresas para a internacionalização.

    Esse trabalho permitiu a presença brasileira em praticamente todos os continentes, com forte atuação em países como os EUA, México, Alemanha, Argentina, Colômbia, Chile, Peru, África do Sul, entre outros, sendo que a diversificação de mercados também foi um dos pontos fortes do Projeto Setorial que em 2018 atingiu 159 destinos. Como resultado, nestes últimos oito anos, as exportações das empresas apoiadas crescessem 82%, ou mais de de US$ 23,7 bilhões no período.

    Este cenário faz com que a Abimaq e a indústria brasileira de máquinas e equipamentos considere e defenda a relevância da Apex-Brasil como parceira nas ações voltadas para o crescimento das exportações, bem como o desenvolvimento da vocação exportadora de nossas empresas, além do fortalecimento da imagem do Brasil. Vocação esta até então desconhecida das próprias empresas.

    Importante ressaltar que os Projetos Setoriais estabelecidos com a Apex-Brasil são configurados com exigências de metas e respaldados por total transparência nos processos, que são obrigatória e periodicamente auditados pela Apex-Brasil, por auditores independentes e pelo Tribunal de Contas da União. Para qualquer Convênio há necessidade absoluta de competência das equipes técnica, o que também é outro mérito do corpo profissional da Apex-Brasil.

    Dentro do universo de empresas associadas à Abimaq, neste periodo, saimos de um número de aproximadamente 300 para mais de 800 empresas exportadoras. As exportações cresceram de US$ 7 bilhões para aproximadamente US$ 11 bilhões. Nos tornamos o setor da Indústria de Transformação que mais exporta. A Apex-Brasil não foi a única razão desta expansão, mas com certeza é uma valiosa ferramenta. Sem dúvida uma importante iniciativa do governo brasileiro.

    Por estas e outras razões é que a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equimentos (Abimaq) vem a público manifestar o seu apoio à Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).”


    Voltar