São Paulo, 27 de Junho de 2019

  • Notícias

    Montadoras terão incentivo para comprar de ferramentarias em SP


    (09/12/2018) - Um decreto assinado pelo governador de São Paulo, Márcio França, prevê a devolução de parte dos créditos retidos do ICMS para as indústrias automotivas que comprarem das ferramentarias instaladas no estado. O programa precisa ainda ser regulamentado pela Secretaria da Fazenda, o que pode acontecer ainda este ano, com o que as empresas poderiam utilizar o recurso já no primeiro semestre de 2019.

    A iniciativa, do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e da Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC em conjunto com a Anfavea, Abimaq e Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais (Abinfer), visa recuperar a indústria paulista de moldes e matrizes, que era muito forte e importante no passado, mas acabou perdendo competitividade para a China e para o Japão. Das atuais 1.852 ferramentarias do país, cerca de 100 estão localizadas no Grande ABC.

    Antonio Megale, presidente da Anfavea, avalia que o Pro-Ferramentaria irá contribuir para a recuperação da indústria de moldes e matrizes nacional. “Na aquisição das matérias-primas e de componentes as montadoras acumulam crédito de ICMS junto ao governo. Uma forma de acelerar a devolução desses créditos é através da transferência direta desses créditos para as ferramentarias, como pagamento pela compra de ferramentais. Com isto, o custo do ferramental acaba sendo reduzido e isto certamente vai incentivar essa indústria, que já foi tão importante e que voltará a ter a dimensão que já teve na história do Brasil”.

    A projeção é de que, com a medida, R$ 5 bilhões sejam injetados no caixa das montadoras, que receberam com satisfação a oficialização do programa. “Ele vai colaborar tanto com o setor automotivo como com as ferramentarias”, disse Ricardo Bastos, diretor de assuntos governamentais da Toyota.

    Ele acrescentou que, com esse incentivo, será muito melhor para a Toyota comprar em São Paulo, pois ela já estará mais perto do fornecedor e poderá resolver os eventuais problemas sem ter de enviar o item para outro país. A Toyota está investindo R$ 1 bilhão na modernização de sua planta em Indaiatuba, interior paulista, e ainda vai verificar como utilizará os créditos do ICMS nesse investimento.

    O acordo sobre o programa, que envolveu sete prefeituras da região do ABC, foi fechado entre as entidades em agosto do ano passado, com a expectativa de que entrasse em vigor até o fim do mesmo ano, o que acabou não acontecendo, devido principalmente à justificativa da Secretaria da Fazenda de que ele precisava de ajustes e da inclusão de diversas informações.

    Depois de várias idas e vindas e detidas análises técnicas por parte da Secretaria, o projeto finalmente ficou pronto, com o decreto correspondente sido rapidamente aprovado pelo governador Márcio França e publicado no Diário Oficial.


    Voltar