São Paulo, 15 de Agosto de 2018

    Notícias

    Cai a produção de caminhões em maio


    (11/06/2018) - A produção de caminhões que vinha se recuperando nos últimos meses voltou a cair em maio, reflexo da greve dos caminhoneiros. No mês passado foram produzidas 7,4 mil unidades, 18,4% abaixo das 9,1 mil produzidas em abril e 2% menos também que as 7,6 mil fabricadas em maio de 2017.

    . A queda na produção foi muito maior, porque o impacto na produção foi muito maior. No entanto, nós acreditamos que as empresas estão se recuperando rapidamente nesse início de junho, ativando sua produção de tal forma a voltar ao nível de produção anterior e tentando manter o ritmo de crescimento previsto pela ANFAVEA para o ano de 2018

    Luiz Carlos de Moraes, vice-presidente Veículos Pesados da Anfavea, destacou que o impacto foi na produção do que nas vendas. “No entanto, nós acreditamos que as empresas estão se recuperando rapidamente neste início de junho, ativando sua produção de tal forma a voltar ao nível anterior, tentando manter o ritmo de crescimento previsto pela Anafavea para o ano de 2018”, observou.

    De janeiro a maio de 2018 a produção de caminhões totaliza 41 mil unidades. O resultado é maior em 40,1% que o do mesmo período do ano passado, quando foram produzidas de 29,2 mil unidades.

    As exportações em maio ficaram em 1,8 mil unidades, 34,8% abaixo das 2,7 mil de abril e 29,6% em relação as 2,5 mil de maio do ano passado. No acumulado do ano, foram exportados 11,8 mil caminhões, crescimento de 9,2% ante as 10,8 mil de 2017.

    ÔNIBUS - A produção de chassis de ônibus registra aumento de 55% no acumulado do ano, somando 12 mil unidades em 2018 contra 7,7 mil no ano anterior. Em maio 1,8 mil unidades foram fabricadas, queda de 44,7% se comparado com as 3,3 mil de abril e de 14,4% com relação as 2,1 mil de maio do ano passado.

    Já as vendas encerraram maio com 980 unidades: alta de 5,8% se defrontado com as 926 unidades de abril, mas baixa de 8,2% sobre maio do ano passado, quando 1,1 mil unidades foram vendidas. Nos cinco primeiros meses deste ano foram comercializadas 4,7 mil unidades, acréscimo de 28% contra as 3,6 mil em 2017.

    As exportações de ônibus no acumulado deste ano ficaram em 3,8 mil unidades, expansão de 24,4% na análise contra as 3,1 mil do ano passado.


    Voltar