São Paulo, 21 de Abril de 2018

    Notícias

    Produção de motos registra alta no 1º bimestre

    (16/04/2018) - As fabricantes de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus registraram avanço no volume de produção no primeiro bimestre. Em janeiro e fevereiro saíram das fábricas 164.938 unidades, alta de 10,7% sobre o mesmo período do ano anterior (148.965). Os dados são da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares).

    Com este resultado, a entidade reforça a projeção de avanço de 5,9% do setor para o acumulado do presente ano. O desempenho isolado de fevereiro também foi superior com 83.632 motocicletas fabricadas, alta de 24,2% sobre o mesmo mês de 2017 (67.319 unidades). Na comparação com janeiro (81.306 unidades) o aumento foi de 2,9%.

    Na análise das vendas no atacado - para as concessionárias - também houve alta nos dois primeiros meses do ano com 146.760 unidades, ficando 8,4% superior em relação a igual período de 2017 (135.446 unidades). Em fevereiro, o crescimento foi de 9,5%, com 74.793 motocicletas ante as 68.310 unidades vendidas no mesmo mês de 2017. Na confrontação com janeiro (71.967 unidades) o avanço foi de 3,9%.

    Com base nos dados do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), as vendas no varejo totalizaram 139.984 unidades no primeiro bimestre do ano, com aumento de 9,3% sobre as 128.091 motocicletas emplacadas no mesmo período de 2017. No desempenho isolado de fevereiro também houve crescimento, de 4,1%: 62.991 unidades sobre as 60.495 licenciadas no mesmo mês do ano passado. No entanto, na comparação com janeiro (76.993 unidades) houve recuo de 18,2%. “Esta diminuição de um mês para outro foi sazonal, ocasionada em função do feriado prolongado de Carnaval e não afeta a projeção de crescimento para o ano”, afirma Marcos Fermanian, presidente da ABRACICLO. A redução está relacionada a quantidade menor de dias úteis de fevereiro em relação a janeiro, ou seja, 18 e 22 dias, respectivamente.

    As exportações apresentaram crescimento expressivo no primeiro bimestre. Em janeiro e fevereiro foram enviadas para outros países 15.300 motocicletas, o que representa alta de 35,3% sobre o mesmo período de 2017 (11.312 unidades). Os principais destinos foram Argentina e Estados Unidos. Somente no mês de fevereiro foram embarcadas 6.866 motocicletas, correspondendo ao recuo de 2% sobre o mesmo mês do ano passado (7.008 unidades) e de 18,6% sobre janeiro (8.434 unidades).


    Voltar