São Paulo, 18 de Abril de 2021

  • Notícias

    GE compra duas empresas da área de manufatura aditiva


    (11/09/2016) - A General Electric anunciou no último dia 6 de setembro sua intenção de investir US$ 1,4 bilhão para adquirir dois fabricantes de equipamentos de manufatura aditiva: a alemã SLM Solutions Group AG e a sueca Arcam AB. A SLM fabrica máquinas laser para manufatura aditiva de peças de base metálica e conta com clientes nos setores aeroespacial, de energia, de saúde e automotivo; já a Arcam AB inventou a máquina de fusão por feixe de elétrons para a manufatura aditiva também de peças de base metálica. As duas empresas serão integradas à GE Aviation.

    “A manufatura aditiva é uma parte importante da evolução da GE para se tornar uma empresa industrial digital. Estamos criando um mundo mais produtivo com as nossas inovadoras máquinas de classe mundial, materiais e softwares. Estamos preparados não só para nos beneficiar deste movimento como clientes, mas também para liderá-lo como um dos principais fornecedores”, disse Jeff Immelt, presidente e CEO da GE. "A manufatura aditiva irá conduzir a GE a novos níveis de produtividade, assim como nossos clientes e todo a indústria mundial”.

    A GE estima que o novo negócio de manufatura aditiva irá atingir cerca US$ 1 bilhão até 2020. Além disso, o emprego da manufatura aditiva (dentro de todo o grupo GE) deve promover o corte de custos de produção de US$ 3 a 5 bilhões ao longo dos próximos dez anos.

    De acordo com a GE, a aquisição da Arcam e da SLM irá reforçar suas áreas já existentes de ciência dos materiais e de produção por manufatura aditiva. Desde 2010, a companhia investiu cerca de US$ 1,5 bilhão em tecnologias nessas áreas, que permitiram o desenvolvimento de aplicações em seis empresas do grupo, sem contar as 346 patentes geradas apenas na área de metalurgia do pó.

    “Escolhemos estas duas empresas porque são líderes de mercado, desenvolveram tecnologias complementares e serão âncoras do nosso novo negócio em manufatura aditiva, que será conectado aos recursos da GE e à nossa experiência como um dos principais usuários globais de manufatura aditiva. Ao longo do tempo, pretendemos estender a linha de equipamentos de manufatura aditiva e de produtos”, comentou David Joyce, presidente e CEO da GE Aviation.